Domingo, 18 Novembro 2018  01:17:35

Fundação SEADE lança Piesp com dados do 1º trimestre

  • Escrito por  Siméia Nunes

A Pesquisa de Investimentos Anunciados no Estado de São Paulo - Piesp, feita trimestralmente, e que permite comparações entre períodos e ainda revela a distribuição setorial, foi divulgada ontem e mostrou que para a cidade de São Carlos, que faz parte da Região Central Administrativa junto com Araraquara, Dourado e Gavião Peixoto, foi anunciado investimento. No entanto, não foi divulgado o valor investido. Para Araraquara, no 1º trimestre, foram anunciados UU$30,5 milhões vindos da Randon, empresa do setor industrial. Já no 2º trimestre de 2017 o investimento foi maior, sendo o valor de UU$126,82 milhões.

ESTADO: A partir das edições anteriores da Piesp, e tendo em vista os resultados obtidos para o primeiro trimestre desse ano, nota-se que o anúncio de investimentos para o Estado de São Paulo tem subido permanentemente desde 2016. O número de investimentos, no segundo trimestre daquele ano, foi 222. Subiu periodicamente desde então e hoje chega a 356.

 Considerando os investimentos acumulados em quatro trimestres e os valores revelados pelas empresas, nota-se acréscimo desde o último trimestre de 2016, que somou U$ 8 bilhões. Nos últimos três meses do ano passado, o montante estava em U$ 18,6 bilhões. Agora, nesse levantamento com dados referentes ao primeiro trimestre de 2018, houve queda para U$ 13,7 bilhões.

Especificamente no primeiro trimestre de 2018, a distribuição setorial foi a  seguinte: em Infraestrutura, 72% do que foi anunciado está concentrado em eletricidade e gás (AES Eletropaulo e AES Tietê); 17% em atividades auxiliares de transportes (Fibria) e 10% em transporte terrestre (Consórcio BRT Sorocaba).

Em Serviços, 53% está concentrado em atividades imobiliárias (Grupo Royal Palm e GLP); 18% está em tecnologia da informação (Cielo); 12% em apoio administrativo (Grupo Royal Palm) e 17% estão diluídas.

Em Indústria, a divisão está assim: 72% dos investimentos anunciados estão direcionados à automotiva (N.A.L. e NGK); 12% em outros equipamentos de transporte (Randon) e 16% em demais atividades relacionadas.

O acumulado de um ano inteiro, com início no segundo trimestre de 2017, para o Estado de São Paulo foi da ordem de US$ 13,757 bilhões. Divididos pelo território do Estado, nota-se que a maior concentração acontece, de maneira bastante expressiva, na Região Metropolitana de São Paulo, com US$ 6,8 bilhões do montante total. Nas Regiões Administrativas, os principais receptores são a RA de Campinas, com anúncio de investimentos de US$ 1,9 bilhão, a RA de Sorocaba com US$ 765 milhões, a RA de São José dos Campos com US$ 337 milhões e a RA de Santos com US$ 291 milhões.

A pesquisa é feita a partir de investimentos anunciados pelas empresas, publicados em jornais e depois checados, por conversas telefônicas, feitas por pesquisadores da casa; então, são confirmados.

A Piesp pode ser consultada no link http://www.piesp.seade.gov.br/

Adicionar comentário

Atenção

• Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post e são de inteira responsabilidade de seus autores.

• Não representam necessariamente a opinião deste jornal.

Código de segurança
Atualizar

PUBLICIDADE

Atlântica

PUBLICIDADE

Jornal 1ª Primeira Página. Todos os direitos reservados.