Quinta-feira, 20 Setembro 2018  07:29:34

Carles Puigdemont, a ‘república catalã contra-ataca’

  • Escrito por  Associated Press

 

O governo espanhol o destituiu após sua proclamação de uma república na Catalunha, mas instalado na Bélgica, Carles Puigdemont seguiu lutando para conquistar uma inesperada vitória do separatismo nas eleições regionais desta quinta-feira.

“O Estado espanhol foi derrotado. (O chefe de governo espanhol, Mariano) Rajoy e seus aliados perderam”, declarou Puigdemont em Bruxelas, onde se refugiou no final de outubro para escapar da prisão.

“Juntos pela Catalunha”, a plataforma recém-criada por Puigdemont, foi o partido separatista que conquistou mais cadeiras, atrás do Cidadãos, de Inés Arrimadas, que defende a permanência na Espanha.

Na soma das cadeiras, os separatistas mantiveram a maioria absoluta e venceram a queda de braço com o governo espanhol na crise aberta pela proclamação frustrada de independência.

Após cumprir sua palavra ao realizar um referendo de autodeterminação proibido pela justiça e também apoiar a declaração de independência do Parlamento regional, Puigdemont foi forçado a viajar para Bruxelas, desistindo de brigar pelo poder com o governo espanhol.

“A imprensa contrária ao separatismo o descreveu como covarde. Mas Puigdemont peca por ser imprudente”, escreveu seu amigo Antoni Puigverd no jornal La Vanguardia.

Aos olhos do mundo, este ex-jornalista de 54 anos, de vasta cabeleira castanha, é a face do movimento separatista catalão, que conseguiu repetir a vitória obtida nas eleições regionais de 2015.

Ao ir para Bruxelas, transferiu o problema catalão para o centro da União Europeia e continuou a levantar sua voz contra Madri e as instituições europeias que apoiaram em massa o governo espanhol.

Como entender a determinação deste homem casado com uma romena, pai de duas filhas pequenas, e que afirma não ter medo de ir para prisão?

Adicionar comentário

Atenção

• Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post e são de inteira responsabilidade de seus autores.

• Não representam necessariamente a opinião deste jornal.

Código de segurança
Atualizar

PUBLICIDADE

Atlântica

PUBLICIDADE

Jornal 1ª Primeira Página. Todos os direitos reservados.