12 de Julho de 2024

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Defesa Civil Nacional reconhece situação de emergência em São Carlos

Defesa Civil Nacional reconhece situação de emergência em São Carlos

Cidades em situação de emergência ou estado de calamidade pública reconhecido pela Defesa Civil Nacional estão aptas a solicitar recursos

10/01/2023 15h58 - Atualizado há 2 anos Publicado por: Redação
Defesa Civil Nacional reconhece situação de emergência em São Carlos

A Defesa Civil Nacional reconheceu a situação de emergência em São Carlos e mais 12 cidades do País atingidas por desastres naturais. A portaria foi publicada na edição desta terça-feira (10) do Diário Oficial da União (DOU). São Carlos e outros cinco municípios obtiveram o status por conta de chuvas intensas: Ibiraçu, no Espírito Santo; Antônio Dias e São Geraldo da Piedade, em Minas Gerais; e Mairiporã e Socorro, em São Paulo.

Cidades em situação de emergência ou estado de calamidade pública reconhecido pela Defesa Civil Nacional estão aptas a solicitar recursos do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) para atendimento à população afetada.

As ações envolvem socorro, assistências às vítimas, restabelecimento de serviços essenciais e reconstrução de infraestrutura destruída ou danificada. A solicitação deve ser feita por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2iD).

Com base nas informações enviadas, a equipe técnica da Defesa Civil Nacional avalia as metas e os valores solicitados. Com a aprovação, é publicada portaria no DOU com a valor ser liberado.

CHUVAS-A Prefeitura Municipal de São Carlos tornou público, em edição extra do Diário Oficial do município de quinta-feira (29), o Decreto nº 691/2022, que declara situação de emergência nas áreas do município afetadas pelas chuvas intensas desta quarta-feira (28).

De acordo com o documento e tendo como base os dados do Departamento de Proteção e Defesa Civil, a cidade recebeu aproximadamente 235 mm de chuva na referida data, ocasionando, além da destruição de bens públicos e particulares, diversos pontos de alagamentos, incluindo a região comercial e em áreas rurais. Conforme o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), foi o maior índice de chuva do período em todo o país.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
plugins premium WordPress
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x