23 de Julho de 2024

Dólar

Euro

Cultura

Jornal Primeira Página > Notícias > Cultura > Encontro irá reunir mais de 50 mestras e mestres da cultura

Encontro irá reunir mais de 50 mestras e mestres da cultura

Segunda etapa do evento, de 13 a 17 de dezembro, terá conferência livre, oficinas e shows

24/11/2023 07h24 - Atualizado há 8 meses Publicado por: Redação
Encontro irá reunir mais de 50 mestras e mestres da cultura

Espaço de discussão sobre as culturas populares e tradicionais no Brasil, o Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros – Edição Especial Educação Que Transforma, pela primeira vez realizará, em um mesmo ano, sua segunda rodada de debates. A atividade promovida pela Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge, em co-realização com o Ministério da Cultura (MinC), ocorre entre 13 e 17 de dezembro, na Vila de São Jorge, porta de entrada do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, em Goiás. A Prefeitura de Alto Paraíso de Goiás, por meio da Secretaria de Turismo do Município, e Universidade Federal de Goiás (UFG) também são parceiras da iniciativa.

“A criação de um Programa Nacional voltado às culturas populares é a principal pauta do Encontro das Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros. Será um diálogo e um compromisso institucional para a valorização e preservação das culturas populares e tradicionais, da nossa diversidade cultural, favorecendo o fomento à formação, pesquisa, documentação, difusão e promoção destas manifestações culturais que desenham o Brasil e nossas identidades”, comenta a secretária de Cidadania e Diversidade Cultural do MinC, Márcia Rollemberg.

A programação inclui rodas de prosa, palestras, oficinas, shows, exposições e a Feira de Experiências Sustentáveis do Cerrado. O Encontro integra o calendário cultural anual do estado de Goiás e atende tanto ao público regional e nacional como ao internacional.

Diretor de Promoção das Culturas Populares da SCDC, Tião Soares, ressalta a importância da iniciativa. “O Encontro reúne representantes de diferentes manifestações e expressões culturais, possibilitando um espaço de troca de experiências e saberes entre mestres e mestras de todo o Brasil”, afirma. E completa: “Essa diversidade cultural é um dos pilares do Programa Nacional, que deve abranger as várias demonstrações culturais do país, além da valorização dos grupos, coletivos e territórios culturais. O reconhecimento das culturas populares e tradicionais do processo social e histórico desse segmento busca dar visibilidade aos trabalhos desses guardiões e guardiãs dos saberes tradicionais, bem como garantir condições dignas de trabalho e reconhecimento de sua contribuição para a sociedade”, conclui.

“Esta edição especial do Encontro de Culturas chega em um momento oportuno para articulação de políticas públicas culturais para as culturas populares e tradicionais do Brasil. Com o Encontro, nossa região da Chapada dos Veadeiros é um lugar estratégico para as discussões sobre as culturas populares e tradicionais e o desenvolvimento econômico, simbólico e social do País. Este momento histórico é construído pelas comunidades e seus representantes, que preservam e fortalecem, principalmente nos interiores, os saberes e fazeres tradicionais da ancestralidade brasileira e, mesmo com tantas dificuldades financeiras e de acesso, são as referências do Brasil”, avalia Juliano George Basso, presidente da Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge.

Conferência

Um dos destaques do Encontro é a Conferência livre com temática das Culturas Populares e Tradicionais, que será realizado de 15 a 17 de dezembro. A atividade é uma co-realização Ministério da Cultura, por meio da Secretaria da Cidadania e Diversidade Cultural. Participarão dela mais de 50 mestras e mestres da cultura popular de todo o país, além de pesquisadoras e pesquisadores das culturas populares e tradicionais.

O Encontro e a Conferência terão cinco eixos temáticos:

• Proteção e Promoção dos Mestres e Mestras dos Saberes e Fazeres das Culturas Populares e dos Territórios Tradicionais;
• Memória e Identidade das Cultura Populares: Patrimônio Material e Imaterial das Culturas Populares e Tradicionais;
• Manutenção e Desenvolvimento Sustentável: promover condições para o desenvolvimento da produção, circulação e fruição das culturas populares e tradicionais, respeitando os modos próprios de expressão e organização de seus praticantes;
• Economia Criativa e Sustentabilidade das Culturas Populares e Tradicionais; e
• Transmissão de Saberes e Práticas das Culturas Populares e Tradicionais.

O objetivo é dar início ao debate a respeito da criação de um Programa Nacional para escutas, discussões, reflexões e a elaboração de um programa nacional voltado às culturas populares e tradicionais.

 

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
plugins premium WordPress
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x