15 de Julho de 2024

Dólar

Euro

Cultura

Jornal Primeira Página > Notícias > Cultura > Governo de SP abre edição de estreia da Gamescom

Governo de SP abre edição de estreia da Gamescom

Maior feira do setor de games do mundo chega a São Paulo e gestão paulista anuncia edital

02/07/2024 06h34 - Atualizado há 2 semanas Publicado por: Redação
Governo de SP abre edição de estreia da Gamescom Foto: Governo de SP

O governador em exercício Felicio Ramuth participou nesta quarta-feira (26) da abertura oficial da  Gamescom Latam, maior evento de games do mundo que acontece até domingo (30) no espaço Expo São Paulo, na capital. Essa é a primeira edição da feira na América Latina e a expectativa é reunir cerca de 100 mil visitantes, entre empresários, jogadores e desenvolvedores, e gerar R$ 1 bilhão em negócios no período.

“Tive a oportunidade de compartilhar aqui com vocês essa grande feira que tem uma característica de ser um empreendimento sério com potencial enorme na geração de negócios e, ao mesmo tempo, ser uma ambiente leve, onde a gente pode ver sorriso no rosto dos empreendedores, dos nossos palestrantes e a gente pode desenvolver negócios. Então, é um orgulho para o Estado de São Paulo receber a Gamescom”, afirmou Felicio.

Na solenidade de abertura, o governo paulista anunciou a abertura de edital no valor de R$ 9,5 milhões para projetos no setor de cultura pop no estado, e o lançamento do programa Fábrica de Games, que oferecerá cursos gratuitos nas unidades das Fábricas de Cultura. Estiveram presentes a secretária da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado, Marília Marton, o prefeito Ricardo Nunes, e executivos das empresas responsáveis pela feira.

A estreia da primeira edição da Gamescom Latam na América Latina foi uma articulação da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas, por meio do CreativeSP, programa da pasta e da InvestSP, agência de promoção de investimentos vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

A Gamescom em São Paulo conta com cerca de 700 marcas expositoras, do Brasil e do exterior, e mais de 400 jogos disponíveis para testes – cerca de 10% serão lançados durante o evento. Também estão previstas rodadas de negócios, palestras e competições, entre outras ações.  A expectativa do setor é que o evento movimente cerca de R$ 1 bilhão em negócios.

“Este é um marco histórico para a indústria de jogos na América Latina. A Gamescom Latam é uma vitrine para o talento e a inovação, um compromisso nosso com o setor de games. Além, é claro, de ser um importante passo para fortalecer a nossa posição dentro do cenário global da economia criativa”, comentou a secretária da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado, Marília Marton.

O setor de jogos eletrônicos no estado emprega 6 mil pessoas, segundo dados da Associação Brasileira das Desenvolvedoras de Games (Abragames). São Paulo concentra 35% dos desenvolvedores de games do país, reunindo mais de 300 empresas.

Edital de R$ 9,5 milhões

O governo de SP anunciou a abertura dos Editais para cultura pop com investimento de R$ 9,5 milhões. Serão 80 projetos selecionados em quatro linhas de editais, que estão divididas em cosplay (iniciante e avançado), conteúdos de realidade, que englobam: realidade aumentada (AR), realidade virtual (VR) 360 e realidade mista (MR), desenvolvimento de jogos, além da realização e publicação de história em quadrinhos inéditos. As inscrições podem ser feitas a partir do dia 10 de julho pelo endereço eletrônico https://www.proac.sp.gov.br/

Fábricas de games

Para quem deseja se aprofundar no universo profissional dos games, o governo de SP abre a partir do dia 2 de julho as inscrições para o programa Fábrica de Games. Os interessados devem procurar a recepção de cada uma das 15 unidades das Fábricas de Cultura, em São Paulo (http://fabricasdecultura.sp.gov.br). Para se inscrever, basta ter entre 14 e 21 anos e possuir conhecimento prévio em algum segmento da área de tecnologia ou áreas relacionadas, além do interesse no universo dos games. Serão 225 vagas, com início das aulas em agosto. A carga horária é de 294 horas (com duração de dois semestres).

Programação

Como parceiro estratégico do evento, o governo paulista mantém na feira um estande com 120m² e diversas atividades especiais destinadas ao público presente. Entre elas o E-Games: Lançamento do primeiro campeonato estudantil, competição voltada para estudantes da rede pública estadual com idades entre 16 e 20 anos, na modalidade Free Fire e que contará com a participação de mais de 500 equipes.  Palestras dos principais influenciadores do cenário de eSports como Nobru e Cerol estão confirmadas para falar durante os dias de evento.

Outra atividade será o Hub Interativo, um espaço com demonstrações de diferentes jogos e ativações, e alguns programas incentivados pela Lei Paulo Gustavo e pelo Programa de Ação Cultural (ProAC). Os games poderão ser testados e as pessoas conhecerão um pouco dos conteúdos incentivados pelo Estado.

As Fábricas de Cultura oferecerão algumas atividades, como o workshops de ocarina, instrumento de sopro, além de outras novidades desenvolvidas pelos alunos das Fábricas, como alguns dos games desenvolvidos pelos aprendizes que estarão em versão de demonstração para que todos os visitantes possam testar. Uma vending machine estará disponível para quem participar das atividades no estande, com uma série de brindes que poderão ser pegos pelos mais sortudos.

Outra atividade será o Espaço Click, focado em ativações com cosplay e XR. Nesse espaço “instagramável”, quem sempre quis se vestir de cosplay terá a chance de fazê-lo pela primeira vez. Além de usar a roupa do seu personagem de games favorito, poderão tirar fotos em uma área preparada.

Além disso, a experiência de realidade virtual “A Origem de Macunaíma”, permite aos visitantes serem transportados para um escritório modernista inspirado no ambiente de Mário de Andrade, onde encontram o próprio autor digitalmente recriado. Em uma narrativa envolvente, o escritor conta a história da gênese de seu famoso livro “Macunaíma”.

Os participantes são desafiados a devolver o “muiraquitã” perdido, o que os leva a uma jornada mágica até o Monte Roraima, lar de tradições indígenas ancestrais. A experiência proporciona um novo entendimento e respeito às culturas indígenas milenares que permeiam a identidade brasileira.

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) também estará presente com dois jogos indies – desenvolvidos por pequenos estúdios –, Beecarbonize e Terra Nil, em que os jogadores poderão jogar e conhecer mais sobre vários processos sustentáveis, como preservação ambiental, energia limpa e combate à poluição.

Além disso, a empresa vai reconhecer jogos com impacto social, através do prêmio “BIG Impact: Categoria Questões Sociais” para o melhor jogo com conteúdo voltado para a melhoria da sociedade. A premiação reconhece o potencial dos games como ferramenta de conscientização e transformação social.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
plugins premium WordPress
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x