17 de Julho de 2024

Dólar

Euro

Economia

Jornal Primeira Página > Notícias > Economia > São Carlos gera 10.942 empregos em 40 meses

São Carlos gera 10.942 empregos em 40 meses

O período analisado faz parte do segundo mandato do prefeito Airton Garcia (PP) e do vice-prefeito Edson Ferraz (MDB).

16/06/2024 01h58 - Atualizado há 1 mês Publicado por: Redação
São Carlos gera 10.942 empregos em 40 meses Turistas apreciam o prato de frutos do mar, no Restaurante Lago da Sereia, localizado no Balneário Camboriú. As opções da gastronomia desde churrascaria, pizzarias, cantinas e restaurantes das mais diversas cozinhas, faz do litoral de Santa Catarina, uma referência para os turistas que procuram bons restaurantes com qualidade. Balneário Camboriú (SC). Foto: David Rego Jr. *** Local Caption *** *prazo indeterminado

 

A secretária do Trabalho, Emprego e Renda, Danieli Valente: bons números vêm da recuperação da economia no pós-covid e das políticas públicas municipais
Foto: Marco Rogério

Marco Rogério

Nos 40 meses englobados em 2021, 2022 e 2023 e mais os quatro primeiros meses de 2024, na gestão do prefeito Airton Garcia, São Carlos gerou 10.942 novos postos de trabalho formal. Os dados são do CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) do Ministério do Trabalho e Emprego e medem o emprego formal, ou seja, com carteira assinada e todos os direitos trabalhistas previstos n CLT e na Constituição Federal. O período analisado faz parte do segundo mandato do prefeito Airton Garcia (PP) e do vice-prefeito Edson Ferraz (MDB).

O melhor ano na geração de novas vagas foi 2021, na recuperação da atividade econômica no pós-pandemia de Covid-19. Naquele ano foram gerados 5.285 postos de trabalho, ou mais de 50% do total do período analisado. Em 2022 houve um saldo positivo de 3.203 empregos, ainda na onda do pós pandemia e da retomada da atividade econômica. As vagas geradas em 2023 chegaram a 645, o que mostra uma desaceleração no ritmo da criação de novos postos de trabalho. Porém, apenas entre janeiro e abril deste ano foram abertos 1.809 contratos de trabalho, anunciando o que pode ser uma retomada.

Serviços lidera a geração de empregos, com 5.743 empregos de saldo. Com 2.707 novas vagas abertas, a indústria vem em segundo lugar. O comércio aparece em terceiro com 1.690 postos de trabalho gerados. Juntos estes três segmentos respondem por 10.140 vagas.

O economista da Fecomercio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo), Jaime Vasconcellos, explica que toda economia moderna passa por aumento de participação do setor de serviços em algum período. “Isso já ocorreu nos Estados Unidos, com a Europa e nos últimos 30 anos veio o momento dos países emergentes, como o Brasil.” pondera ele.  Segundo Vasconcelos, atualmente o valor adicionado dos Serviços representa cerca de dois terços do PIB nacional.

O bom desempenho de São Carlos na empregabilidade, segundo o economista, se dá através da diversificação da atividade econômica, que é dividida em vários setores diferentes. 4“Em São Carlos pode-se dizer que é isso que ocorre, e de forma estrutural. Temos um município de comércio resiliente, de um setor de serviços em expansão, com forte influência do ensino universitário (que sempre traz benefícios socioeconômicos), bem como de segmentos industriais de alta incorporação tecnológica. Isso tudo, considerando a sua relevante posição geográfica, com fluxos ativos de escoamento produtivo e ainda de substancial impacto do agronegócio. Tais características são salvaguardas da cidade, tanto que entre 2012 e 2021 (período que passamos por uma recessão econômica nacional em 2015 e 2016 e pelos fortes impactos da primeira e segunda onda da pandemia em 2020 e 2021) o mercado de trabalho formal de São Carlos avançou 5,7%, o dobro do aumento percentual brasileiro”, conclui ele.

A secretária municipal de Trabalho, Emprego e Renda, Danielli Valenti ressalta que os ótimos números de 2021 se devem à retomada das atividades econômicas e dos empregos que foram perdidos durante 2020 no período da pandemia da covid-19. “Também oferecemos todo o apoio para os empreendedores e a abertura de novas empresas de tecnologia. A construção civil também avançou muito de 2023 para cá, gerando muitos novos postos de trabalho”, destaca Danieli.

A Pasta mantém o Casa do Trabalhador com políticas públicas voltadas para encaminhar trabalhadores para vagas no mercado de trabalho, qualificação e requalificação dos trabalhadores e também total apoio aos empreendedores, principalmente MEIs, através do Banco do Povo, com financiamentos a juros subsidiados.

 

 

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
plugins premium WordPress
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x