21 de Fevereiro de 2024

Dólar

Euro

Esporte

Jornal Primeira Página > Notícias > Esporte > Real Madrid anota nos acréscimos, aproveita tropeço do Girona e fecha 2023 no topo do Espanhol

Real Madrid anota nos acréscimos, aproveita tropeço do Girona e fecha 2023 no topo do Espanhol

Os jogadores do Real Madrid terminaram a partida fazendo enorme festa

22/12/2023 16h03 - Atualizado há 2 meses Publicado por: Redação
Real Madrid anota nos acréscimos, aproveita tropeço do Girona e fecha 2023 no topo do Espanhol Foto: Futebolinterior.com.br / Reprodução

Reportagem: Estadão Conteúdo

Foi no sufoco, com um jogador a menos por quase todo o segundo tempo, mas o Real Madrid confirmou seu favoritismo para se despedir de 2023 na liderança do Campeonato Espanhol. Com um gol de cabeça nos acréscimos, do baixinho Vázquez, os merengues fizeram 1 a 0 na casa do ameaçado Alavés para igualar os 45 pontos do Girona e superá-lo no confronto direto – ganharam por 3 a 0 na oitava rodada, na única derrota do pequeno clube da Catalunha.

Os jogadores do Real Madrid terminaram a partida fazendo enorme festa. Todos se abraçaram em campo, mostrando o quão importante foi o resultado em partida complicada e em dia no qual a apresentação foi abaixo do esperado diante de um oponente entre os piores na classificação.

A missão do Real Madrid no estádio Mendizorroza ficou dificultada com a expulsão do zagueiro Nacho Fernández no começo da etapa final. Com um a menos, a equipe pouco atacou e acabou “achando” um gol após cobrança precisa de escanteio de Kroos e com Lucas Vázquez aparecendo como homem-surpresa na área.

Ciente do empate do Girona mais cedo, o Real Madrid entrou em campo sabendo que bastava um triunfo simples para fechar o ano na liderança do Espanhol. E com apenas um minuto já teve a chance. Brahim Diaz arrancou e tocou para Valverde, de frente ao goleiro, bater forte e parar em defesa de Silvera.

Os contragolpes eram a arma do Real Madrid no estádio Mendizorroza. Rodrygo, movimentando-se bastante, aparecia com frequência, mas errava na definição final. Buscando fugir das últimas posições, o Alavés insistia em passes rápidos e cruzamentos. Faltavam as finalizações no gol de Kepa. Samu parou no goleiro em cabeçada fraca aos 32, na primeira boa oportunidade. A torcida tentava ajudar vaiando quando os jogadores merengues pegavam na bola e com enorme gritaria empurrando a equipe ao ataque.

Fran García quase surpreendeu Sivera em batida de longe. O goleiro defendeu de maneira esquisita. O Real Madrid aumentou a pressão para Irm ao vestiário em vantagem. Mas faltou capricho. E nem em cobrança de falta ensaiada o gol saiu.

O segundo tempo começou quente, com entradas duras e muitas faltas. Nacho Fernández deu um pisão no tornozelo de Samu, por trás, e levou amarelo. A torcida protestou forte. Após consulta ao VAR, o árbitro mudou de ideia e acabou expulso. Tchouameni entrou para ser improvisado na defesa desfalcada de Éder Militão, Alaba, Mendy e Carvajal.

Com um a menos, o Real Madrid atacou somente na boa, sem correr riscos atrás. Mesmo assim, ainda poderia ter melhor sorte e abrir o placar antes. Aos 29 minutos, Rodrygo se livrou dos marcadores e bateu colocado, buscando o ângulo. Errou por pouco. Depois, ainda bateu nas mãos do goleiro. Nos acréscimos, porém, Lucas Vázquez apareceu na área para desviar escanteio de cabeça e definir o importante 1 a 0.

GIRONA CEDE EMPATE NO FIM

O Girona poderia ter fechado o ano na liderança se não levasse o gol da igualdade em Sevilha aos 43 do segundo tempo. Depois de uma primeira etapa boa, a equipe tinha o a vantagem de 1 a 0 sobre o Bétis até o fim, mas não conseguiu segurar o placar, cedendo o 1 a 1.

Sempre perigoso nos contragolpes, o Girona demorou para chegar bem na frente. Mas quando o fez, saiu na frente do placar. Aos 37 minutos, o brasileiro Savinho foi derrubado na área e o árbitro não teve dúvidas em marcar o pênalti, apesar da reclamação dos defensores do Bétis.

Artilheiro do líder, o ucraniano Dovbyk pegou a bola para a cobrança. Mesmo com a pressão dos torcedores locais, o camisa 9 não se intimidou, bateu com categoria, deslocando o goleiro Rui Silva e colocando 1 a 0 no placar.

Esbarrando na forte defesa do Girona – perdeu o zagueiro David Lopes machucado ainda no primeiro tempo -, o Bétis começou a apelar aos chuveirinhos para o brasileiro Willian José. Mas sempre com os altos marcadores levando a melhor.

No começo do segundo tempo, Savinho perdeu a chance de ampliar, mas emoções ficaram para uma reta final elétrica, com chances de ambos os lados. Quando o Girona já acreditava que acabaria com a invencibilidade caseira do Bétis na atual edição, um bate-rebate na área terminou com gol de empate de Pezzella. O argentino pegou a sobra e mandou uma bomba.

Com os visitantes querendo o triunfo e os mandantes em busca da virada, os últimos minutos foram de um famoso lá e cá. Blind bateu raspando e Stuani também teve chance para o Girona, enquanto o goleiro Gazzaniga salvou aos 49 um contragolpe com o atacante do Bétis cara a cara, definindo o 1 a 1.

Nos outros jogos do dia, Cádiz e Real Sociedad ficaram no 0 a 0 e o Mallorca bateu no Osasuna por 3 a 2.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x