28 de Fevereiro de 2024

Dólar

Euro

Internacionais

Jornal Primeira Página > Notícias > Internacionais > Biden diz que EUA devem respondem aos ataques contra soldados da Jordânia

Biden diz que EUA devem respondem aos ataques contra soldados da Jordânia

Presidente culpou as milícias apoiadas pelo Irã pelas primeiras mortes americanas após meses de ataques desses grupos

29/01/2024 07h45 - Atualizado há 1 mês Publicado por: Redação
Biden diz que EUA devem respondem aos ataques contra soldados da Jordânia Foto: Arte / Jornal Primeira Página

Reportagem: Estadão Conteúdo

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse no último domingo, 28, que o país responderá aos ataques de drones realizados no nordeste da Jordânia, perto da fronteira com a Síria, que provocaram a morte de três soldados americanos e deixaram outros feridos durante a madrugada.

Biden culpou as milícias apoiadas pelo Irã pelas primeiras mortes americanas após meses de ataques desses grupos contra as tropas dos EUA em todo o Oriente Médio em meio à guerra entre Israel e Hamas.

Em viagem pela Carolina do Sul, o presidente dos EUA pediu um momento de silêncio durante a aparição que fez no salão de banquetes de uma igreja batista.

“Tivemos um dia difícil ontem à noite no Oriente Médio. Perdemos três almas corajosas em um ataque a uma de nossas bases”, disse ele. Após o momento de silêncio, Biden acrescentou: “e responderemos”.

Com o crescente risco de escalada militar na região, as autoridades americanas estavam trabalhando para identificar conclusivamente o grupo preciso responsável pelo ataque, mas avaliaram que uma de várias organizações apoiadas pelo Irã estava por trás disso.

Biden disse em um comunicado escrito que os Estados Unidos, vai responsabilizar todos os envolvidos “em algum momento”. O secretário de Defesa, Lloyd Austin, disse que tomará todas as medidas necessárias para defender os Estados Unidos, as tropas e os interesses americanos.

Combatentes apoiados pelo Irã no leste da Síria começaram a evacuar seus postos, temendo ataques aéreos dos EUA, de acordo com Omar Abu Layla, um ativista sediado na Europa que dirige o meio de comunicação Deir Ezzor 24. Ele disse à Associated Press que as áreas são os redutos de Mayadeen e Bukamal.

De acordo com um oficial dos EUA, o número de soldados feridos pelo ataque de drone unilateral aumentou para pelo menos 34. Outro oficial disse que um grande drone atingiu a base e que dois outros americanos identificaram como uma instalação na Jordânia conhecida como Torre 22. Fica ao longo da fronteira com a Síria e é usada principalmente por tropas envolvidas na missão de promover assessoria e assistência às forças jordanianas.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x