14 de Julho de 2024

Dólar

Euro

Notícias

Jornal Primeira Página > Notícias > Prefeitura, Câmara e Rumo realizam reunião para debater obras pós-enchentes

Prefeitura, Câmara e Rumo realizam reunião para debater obras pós-enchentes

Recentemente, a empresa fez uma obra paliativa que reduziu a vazão do Monjolinho

06/01/2023 11h37 - Atualizado há 2 anos Publicado por: Redação
Prefeitura, Câmara e Rumo realizam reunião para debater obras pós-enchentes

Na manhã desta sexta-feira (6), a Prefeitura, Câmara e integrantes da Rumo realizaram reunião para discutir as obras após enchentes. Recentemente, a empresa fez uma obra paliativa que reduziu a vazão do Monjolinho na passagem sob a linha férrea em 30%.

O Presidente da Câmara Municipal, vereador Marquinho Amaral (Podemos), disse que a empresa apresentou um cronograma de obras emergenciais, paliativas para amenizar os problemas decorrentes de novas chuvas. Além disso, a Rumo apresentou um projeto definitivo para alargamento da vazão do Córrego Monjolinho e também previram a construção de piscinões.

Entre os locais que podem receber piscinões, estão as proximidades da Educativa, do Fórum e a própria Rotatória do Cristo. A ideia é que os piscinões amorteçam a chegada das águas até os córregos e rios, para amenizar alagamentos.

HISTÓRICO-A RUMO Logística reduziu a vazão do Córrego Monjolinho, sob a linha férrea, na Rotatória do Cristo. De acordo com o Secretário de Obras Públicas, João Muller, a redução foi de cerca de 30%. A obra foi realizada após as fortes chuvas da última quarta-feira (28), que ocasionaram um desmoronamento de pedras no local, paralisando a passagem do trem.

A empresa realizou uma obra paliativa para restabelecer a linha férrea. No local, é possível ver que a tubulação circular foi substituída por uma retangular, com menor área para a passagem de água. Desta forma, caso as fortes chuvas voltem a precipitar em São Carlos, a região da Rotatória do Cristo ficará ainda mais sujeita a alagamentos ainda piores do que os vistos na semana passada, que causam transtornos e prejuízos para a população e os comerciantes, tendo em vista que a água tende a se acumular ainda mais.

O detalhe é que em 2021, o juiz federal Luciano Pedrotti Coradini, da 1ª Vara Federal de São Carlos, condenou, a pedido do Ministério Público Federal (MPF), a concessionária Rumo e o Município de São Carlos à elaboração e execução de projeto para a readequação da travessia da linha férrea que passa sobre o Rio Monjolinho. Na ação civil pública, o MPF salientou a necessidade de readequação da galeria sob a travessia férrea para que ocorra o aumento da vazão do rio, pois a configuração atual apresenta estrangulamento das águas, causando alagamentos e interferência poluidora na passagem.

Porém, a empresa recorreu da decisão e o processo se arrastou até o final de 2022. De acordo com o Secretário de Obras Públicas, João Muller, a Justiça em segunda instância confirmou a condenação da RUMO para realizar o alargamento da vazão, no último dia 13 de dezembro. De acordo com Muller, a Prefeitura já notificou a empresa para iniciar a obra o mais breve possível, pois há um grande risco de prejuízo caso haja outra chuva de grande intensidade em São Carlos.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
plugins premium WordPress
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x