17 de Julho de 2024

Dólar

Euro

Notícias

Jornal Primeira Página > Notícias > Valdivia reitera desejo de ficar

Valdivia reitera desejo de ficar

08/09/2011 20h25 - Atualizado há 13 anos Publicado por: Redação
Valdivia reitera desejo de ficar

Após reunião com Tirone, Valdivia garante que fica no Palmeiras até cumprir seu contratoEm entrevista concedida para a TV Bandeirantes e também em áudio gravado para o site oficial do Palmeiras, o meia Valdivia reiterou o desejo de continuar no clube, apesar de confirmar ter recebido uma proposta milionária do futebol árabe. O camisa 10 elogiou a maneira como o presidente Arnaldo Tirone conduziu as conversas e afirmou que o seu maior desejo é voltar a dar alegrias para a torcida.

“Aconteceu que eu achei que a diretoria queria me vender e por isso fiquei chateado. Mas tive uma conversa muito boa com o Tirone (na noite desta quarta-feira, dia 7), olho no olho, e ele disse que o Palmeiras não tem interesse em me vender e eu aproveitei para dizer que não quero sair. Fiz um esforço enorme para voltar e gosto do Palmeiras, gosto do Brasil. Sempre disse que sou muito grato ao torcedor e por isso quero voltar a ser feliz no Palmeiras”, disse o Mago, que foi além.

“Recebi uma proposta excepcional (do Al Saad, do Catar), que poderia mudar a minha vida e de toda a minha família, mas mesmo com tudo isso eu não seria feliz. De coração, minha felicidade está no Palmeiras. Quero ficar aqui para lutar e representar bem o manto do Verdão.”

O jogador explicou que se desentendeu com alguns torcedores através do microblog Twitter e que a volta do bom futebol não depende apenas dele. “Eu sei que a torcida quer que eu seja o mesmo de 2008, mas o time mudou e os jogadores também. Não estou dizendo que esse time é pior, mas aquele tinha grandes jogadores, era quase uma seleção. Obviamente que meu futebol rendia muito mais.”

Valdivia também pediu um voto de confiança ao torcedor e explicou que a mais recente lesão na coxa esquerda teve a ver com a sequência de jogos que fez nos últimos meses. “Peço paciência, pois minhas lesões não tem a ver com o fato de eu estar ‘bichado’. Tive essa lesão por causa da sequência de jogos. Joguei seguidamente aqui, depois fui para a seleção, voltei e me machuquei. Lesões acontecem, e sem fazer comparações, mas o Ganso se machucou, o Luís Fabiano sequer jogou… Não me machuquei porque eu quis”, desabafou.

Apesar das críticas em relação à sua baixa produtividade com a camisa palmeirense, o Mago mantém esperança de fazer um bom Campeonato Brasileiro. “As pessoas falam que eu não vinha jogando bem, mas fiz duas grandes partidas pelo Chile contra duas potências, a França e a Espanha. Se aqui eu ainda não voltei a jogar bem no Palmeiras, é porque talvez não tenha me adaptado ao esquema de jogo ou algo do tipo. O time tem atuado bem, tem buscado os resultados, mas ainda falta alguma coisa. Sei que posso render muito mais, mas tudo vai depender de como a equipe vai se comportar.” (Agência Palmeiras – Fábio Finelli)

Foto: César Greco/Foto Arena/AE{jcomments on}

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
plugins premium WordPress
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x