Sábado, 21 Julho 2018  12:51:45

Torpedos 17/12 - Prefeito meia boca?

  • Escrito por  Da redação

Meia sola

A operação Tapa-Buracos é algo que deixa a desejar. Na rua Antônio Rodrigues Cajado o serviço foi feito pela metade, o que provocou revolta nos moradores.

Meia sola II

Pois é. A Prefeitura disse que contrataria uma empresa para fiscalizar o tapa-buracos. Foi impedida, pois isso caminhava contra as recomendações do Tribunal de Contas. Porém, ao que se sabe, ninguém da administração fiscaliza o serviço. Ou fiscaliza?

Convocação

O presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Redação, Paraná Filho (PSB), convocou uma reunião para segunda-feira, na Câmara. O objetivo: debater a criação de novos cargos na estrutura administrativa. Vale destacar que o parlamentar já se posicionou contrariamente ao desejo da Mesa Diretora da Câmara.

Novidades

Na segunda-feira, há novidades quanto aos acordos trabalhistas dos ex-funcionários da Casa de Saúde e Maternidade São Carlos, inclusive com números de adesões.

Contrariados

Sabe a tal Frente Reconstruir São Carlos? Aquela formada para apoiar a candidatura de Walcinyr Bragatto (PV) à Prefeitura? Alguns membros acham que foram usados pelo estafe do político para interesses escusos. Que fase!

Não custa lembrar...

Bragatto é o atual secretário de Trabalho na gestão Airton Garcia. Coisa boa!

Tratamento

O prefeito de Ibaté, Zé Parrella (PSDB), distribuiu uma bela agenda para 2018. Nela, a imagem do novo Paço Municipal de Ibaté, uma belezura. Em breve, traremos a imagem desse prédio.

Bella roba

Nossa! Parem as máquinas! A Prefeitura divulga com pompa a homologação da licitação de 1,3 milhão de fraldas. A compra das fraldas é importante, sim. Porém, o que o povo quer de verdade são os médicos especialistas que faltam nas unidades de saúde e a abertura da UPA Aracy.

Pegada

O vereador Leandro Guerreiro (PSB) promete vir com os dois pés no peito da gestão Airton Garcia. A polêmica do momento é a licitação do transporte de escolares.

Constatação

Ao que consta, motoristas concursados e que atuavam no transporte escolar devem ficar ‘encostados’ na Secretaria de Educação, sem função alguma. Será? 

Avalie este item
(1 Votar)

Adicionar comentário

Atenção

• Os comentários devem ser respeitosos e relacionados estritamente ao assunto do post e são de inteira responsabilidade de seus autores.

• Não representam necessariamente a opinião deste jornal.

PUBLICIDADE

Atlântica

PUBLICIDADE

Jornal 1ª Primeira Página. Todos os direitos reservados.