23 de Maio de 2024

Dólar

Euro

Brasil

Jornal Primeira Página > Notícias > Brasil > Chuva causa enchentes, desabamentos e queda de árvores em SP

Chuva causa enchentes, desabamentos e queda de árvores em SP

09/01/2019 05h38 - Atualizado há 5 anos Publicado por: Redação
Chuva causa enchentes, desabamentos e queda de árvores em SP

As fortes chuvas que atingiram a capital paulista na tarde desta terça-feira, 8, causaram desabamentos, o transbordamento de córregos e alagamento de ruas e avenidas. Houve queda de granizo em três bairros da cidade e pelo menos 75 árvores caíram Moradores relatavam, no início da noite, falta de luz em alguns pontos da cidade.
Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), da Prefeitura de São Paulo, o Rio Aricanduva transbordou na região da Avenida Itaquera com a Avenida Aricanduva, na zona leste da cidade, às 16h20. Mais tarde, às 17h, o córrego Moinho Velho, na altura da Rua Dois de Julho, no Ipiranga, zona sul, estava prestes a transbordar.
Desde as 15 horas, o Corpo de Bombeiros registrou 43 chamados por causa de enchentes na capital e na Grande São Paulo. Também foram registrados quatro desabamentos. No mais grave, na Rua Caio Prado, região central da cidade, um muro desabou, deixando três pessoas feridas. Elas foram socorridas e levadas para a Santa Casa.
Segundo os bombeiros, 75 árvores caíram na cidade e na região metropolitana até as 18 horas. Não havia relatos, de acordo com a corporação de pessoas atingidas. Paulistanos relatavam, nas redes sociais, falta de luz em alguns pontos da cidade como a Vila Mariana, na zona sul, e a Vila Mendes, na zona leste.
As regiões oeste, sudeste, sul, leste, o centro de São Paulo e as marginais do Pinheiros e do Tietê estavam em estado de atenção para alagamentos na tarde desta terça. De acordo com o CGE, houve queda de granizo nos bairros Consolação, no centro, Ipiranga, na zona sul, e Vila Prudente, na zona leste.
O Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, registrou rajadas de vento de 39km/h. Segundo a GRU Airport, concessionária que administra o aeroporto, havia 12 voos atrasados entre as 16h e as 17 horas.
Composições da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) circulavam com velocidade reduzida entre as estações Suzano e Estudantes, da Linha 11-Coral por causa de descarga elétrica.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x