21 de Maio de 2024

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Biblioteca Municipal proporciona dia diferente a alunos da APAE

Biblioteca Municipal proporciona dia diferente a alunos da APAE

Durante visita, alunos puderam conhecer espaço da Biblioteca e também ouvir sobre vida e obras de Monteiro Lobato

26/04/2024 07h58 - Atualizado há 4 semanas Publicado por: Redação
Biblioteca Municipal proporciona dia diferente a alunos da APAE

A Biblioteca Municipal de Ibaté promoveu uma visita diferente aos alunos da APAE, no dia 23 de abril, para apreciar a exposição sobre Monteiro Lobato, em alusão ao Dia Nacional do Livro Infantil, comemorado no dia 18 de abril, dia do aniversário do escritor, considerado o “pai da literatura infantil brasileira”.

Durante a visita os alunos puderam conhecer o espaço da Biblioteca, ouvir sobre a vida e as obras de Monteiro Lobato, realizar atividades de pinturas, e ainda assistiram ao curta-metragem “Os fantásticos livros voadores do Sr. Morris Lessmore”, que trata sobre a temática dos livros e a importância da leitura na vida das pessoas.

A bibliotecária Letícia Silveira, destaca que o contato com as obras, a experiência de poder manusear um livro, foi algo marcante, diferente e inovador que os alunos gostaram de experimentar. “É um prazer receber a APAE, que é uma entidade parceira do município, e reforçamos que as portas da biblioteca estarão sempre abertas para a população. Queremos que todos tenham acesso à informação e ao conhecimento, e que se sintam acolhidos e bem-vindos neste espaço cultural tão importante para a nossa cidade”, finalizou.

MONTEIRO LOBATO

Monteiro Lobato foi um escritor, vinculado ao Pré-Modernismo brasileiro, que contribuiu com obras para o público adulto. Além disso, foi o primeiro escritor da literatura infantojuvenil a perceber a necessidade de inserir nas histórias para as crianças e os jovens elementos da cultura nacional, como os costumes do povo do interior, as lendas e o folclore.

O vanguardista cumpriu essa missão de maneira única, combinando a identidade brasileira aos elementos da literatura universal, como a mitologia grega. Foi também o precursor da literatura paradidática, cuja principal característica é permitir que a criança aprendesse enquanto brinca e lê.

Sua primeira história infantil, A Menina do Narizinho Arrebitado, foi publicada em 1920, e o sucesso do livro fez com que outros tantos surgissem, imortalizando as personagens Dona Benta, Pedrinho, Narizinho, Tia Nastácia, Emília, Visconde de Sabugosa, entre outros, que posteriormente seriam eternizados no famoso programa de TV “Sítio do Pica-pau Amarelo”, produzido do final dos anos 1970 até meados dos anos de 1980 e retomado entre o final dos anos de 1990 e meados dos anos 2000.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x