29 de Fevereiro de 2024

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Butantan vai importar Coronavac para vacinar crianças de 3 e 4 anos

Butantan vai importar Coronavac para vacinar crianças de 3 e 4 anos

Instituto vai solicitar 8 mil litros de IFA, que correspondem a 10 milhões de doses, à farmacêutica Sinovac

20/07/2022 21h24 - Atualizado há 2 anos Publicado por: Redação
Butantan vai importar Coronavac para vacinar crianças de 3 e 4 anos Assessoria/GESP/Flickr

O governador Rodrigo Garcia determinou nesta quarta-feira (20) que o Instituto Butantan importe 10 milhões de doses da vacina Coronavac para vacinar crianças de 3 e 4 anos. O instituto irá solicitar 8 mil litros do Insumo Farmacêutico Ativa (IFA) à farmacêutica Sinovac para a produção do imunizante.

“Determinei que o Instituto Butantan faça a importação das vacinas para poder produzir 10 milhões de doses. Tomamos essa decisão hoje, antes mesmo da inclusão no PNI (Programa Nacional de Imunizações), para que a gente tenha vacina suficiente para vacinar as crianças de São Paulo e colocá-las à disposição do Ministério da Saúde para vacinar as crianças do Brasil. A importação deve levar algumas semanas para que, se possível, no mês de agosto, a gente tenha essas vacinas disponíveis e poderemos começar a imunização dessas crianças”, disse Rodrigo Garcia.

A decisão foi tomada para dar início à ampliação da imunização de crianças entre 3 e 4 anos de idade contra a COVID-19 em todos os municípios do estado de São Paulo. Mais de 6,1 milhões de crianças com faixa etária entre 5 e 11 anos já foram imunizadas, sendo que 66,3% deste público está com o esquema vacinal completo e 86,9% foi vacinado com a primeira dose.

Após a liberação pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) do uso da Coronavac nessa faixa etária, o Ministério da Saúde permitiu aos Estados usarem seus estoques para a nova fase da campanha. Mas as secretarias locais têm diferentes reservas da Coronavac, o que tornou desigual a imunização dos mais novos pelo Brasil.

O ministério orientou que a imunização começasse por este público e disse que o governo federal tem feito negociações para comprar mais lotes de vacina para o público infantil.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x