28 de Fevereiro de 2024

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Centro de Operações de Emergências realiza reunião para reforçar combate a dengue

Centro de Operações de Emergências realiza reunião para reforçar combate a dengue

Além das secretarias estaduais que compõem grupo, reunião contou com presença da Organização Panamericana de Saúde (Opas)

08/02/2024 20h20 - Atualizado há 3 semanas Publicado por: Redação
Centro de Operações de Emergências realiza reunião para reforçar combate a dengue Divulgação/Governo de SP

O Centro de Operações de Emergências (COE) do Governo de São Paulo, criado para definir estratégias e ações de combate ao Aedes aegypti, realizou a primeira reunião nesta quinta-feira (8) para alinhar os planos e investimentos criados para combater o vetor de doenças como a dengue, chikungunya e zika.

O secretário de Estado da Saúde, Eleuses Paiva, ressaltou o progresso obtido nesta primeira semana do COE. “Ainda nesta semana, vamos liberar aos municípios cerca de 80% dos mais de R$ 200 milhões que destinaremos aos 645 municípios, via IGM SUS Paulista. Também temos conversado com todas as nossas regiões para preparem a rede hospitalar para receber os casos mais graves, além dos treinamentos com os profissionais de saúde das pontas, que são os responsáveis por fazer esse primeiro atendimento nos municípios”, destacou o secretário.

Nesta primeira reunião, além da participação das oito secretarias e do Conselho de Secretários Municipais (Cosems), que compõem o COE, o encontro recebeu a representante da Organização Pan-americana da Saúde (Opas) no Brasil, Socorro Gross Galiano.

Entre os pontos discutidos, destacam-se o Plano de Contingência, um Dia D contra a dengue nas escolas, um plano de comunicação pública durante e após o carnaval, e as estratégias com os Departamentos Regionais de Saúde (DRS) e a Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (Cross), para priorizarem a transferência e regulação de pacientes graves para um leito de UTI.

O presidente do Cosems, Geraldo Reple, destacou a importância da união dos municípios com o Estado contra o Aedes aegypti. “Além das ações do Estado, é de suma importância que os municípios também façam a lição de casa. Em São Bernardo do Campo, por exemplo, temos treinado os agentes de trânsito, limpeza urbana e agentes comunitários de saúde e endemias para que todos possam fazer a sua parte e auxiliar no combate a dengue”, completou o presidente.

Para consulta da população, dos municípios, e das autoridades envolvidas no combate às arboviroses, a SES inseriu no Painel de Monitoramento, o Plano de Contingência com as diretrizes para a prevenção e controle da dengue, chikungunya e zika. O Plano pode ser acessado diretamente pelo painel que está disponível no site dengue.saude.sp.gov.br (http://saude.sp.gov.br/ses/perfil/cidadao/orientacoes-gerais-sobre-saude/dengue ).

A Defesa Civil de São Paulo também disponibilizou o telefone de seu gerenciamento de emergências para que os municípios acionem o órgão 24h por dia: (11) 2193-8888.

 

 

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x