22 de Maio de 2024

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Circuito Sesc de Artes traz apresentações gratuitas neste sábado

Circuito Sesc de Artes traz apresentações gratuitas neste sábado

Projeto traz extensa programação nas áreas de música, teatro, dança, circo, cinema, literatura, artes visuais e tecnologias

30/04/2024 08h05 - Atualizado há 3 semanas Publicado por: Redação
Circuito Sesc de Artes traz apresentações gratuitas neste sábado

O Circuito SESC de Artes chega em Ibaté no próximo sábado (4), com muitas atrações gratuitas no Espaço Multidisciplinar Pirâmide da Mata do Alemão, das 16h às 20h.

O Circuito Sesc de Artes 2024 traz uma extensa programação nas áreas de música, teatro, dança, circo, cinema, literatura, artes visuais e tecnologias.

A programação é o resultado do olhar atento de uma curadoria coletiva formada pelas equipes das 22 unidades da rede e o Sesc São Carlos organiza o Circuito em seis municípios da região.

O Circuito é realizado pelo Sesc São Paulo em parceria com prefeituras municipais e sindicatos do comércio de bens, serviços e turismo locais.

 

Confira as atrações em Ibaté:

PIPAS: VOO DAS CORES

Formado pela família Zeotti, de Ribeirão Preto, o coletivo Vento, Ventanias dedica-se à arte e à ciência de projetar, construir, testar e empinar pipas. O ateliê ensina as técnicas necessárias para montar os objetos voadores e estimula o uso da criatividade com papéis de várias cores e formatos variados, a exemplo de pássaros, estrelas e caretas. Com boas condições climáticas, a atividade termina com uma revoada de pipas.

 

ESTAMPE AFETO

Em uma vivência que propõe aos participantes dar uma pausa nas atribuições cotidianas para se expressar de maneira criativa, carimbos com frases são usados para estampar saquinhos de algodão. Com etapas simples, a atividade orientada pelo coletivo Unsquepensa Arte destaca o impacto de pequenas ações e ressalta a importância de ser original em um mundo cada vez mais automatizado e impessoal. No final da experiência, os objetos podem ser compartilhados ou trocados.

 

CONCERTO PARA LA URSA

Figura conhecida do carnaval pernambucano, La Ursa é uma personagem que pede dinheiro e atormenta os foliões nas brincadeiras pelas ruas. Na apresentação de dança da Cia. Brasílica, o grupo propõe um contraponto entre o olhar turístico lançado sobre as culturas tradicionais e a sobrevivência de seus representantes. Criado em 2006 com o objetivo de resgatar e revalorizar as manifestações populares, o grupo incentiva o estudo dessa estética para formar cidadãos conscientes.

 

LER PARA CRESCER: AFETO, DIVERSIDADE E IMAGINAÇÃO

Os atores Anabrisa Tamaso e Edinho Souza, da Cia. Vovó Cachola, trabalham há quase dez anos na cena cultural de Franca e região encenando espetáculos teatrais e promovendo oficinas de artes cênicas e rodas de leitura. Uma mediação de leitura que convida o público a mergulhar no universo da literatura infantojuvenil, aproximando o leitor das histórias literárias e estimulando a imaginação por meio da leitura compartilhada.

 

DJ FULÔ

Nascido em Taubaté e morador de Araraquara, o DJ e produtor já dividiu os palcos com artistas como o grupo Racionais MC’s e os rappers Djonga e Tasha & Tracie. Para embalar a pista, a apresentação mescla diversos estilos musicais, combinando brasilidades, produções autorais e a cultura das periferias com o objetivo de reforçar seus símbolos de resistência e potência.

 

NOS BRAÇOS DO POVO

Canções de autoria do grupo, experimentações com gêneros musicais como o maracatu e releituras de clássicos do samba e do pagode fazem parte do repertório do animado quinteto, que não costuma deixar ninguém parado em seus shows. Entre uma composição e outra, os artistas mostram números cênicos e convidam a plateia a interagir com a apresentação.

 

A CASA DE FARINHA DO GONZAGÃO

Para reverenciar o cantor, compositor e multi-instrumentista pernambucano Luiz Gonzaga (1912-1989), um dos mais carismáticos artistas brasileiros, o espetáculo transporta os personagens de suas canções para uma casa de farinha nordestina. Ali, na cozinha do sertão, eles contam seus “causos” e, por fim, transformam a encenação em um grande arrasta-pé com música ao vivo embalado pelo repertório de Gonzagão.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x