25 de Junho de 2024

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Classificação corresponde à estrutura de saúde da cidade

Classificação corresponde à estrutura de saúde da cidade

03/03/2012 13h02 - Atualizado há 12 anos Publicado por: Redação
Classificação corresponde à estrutura de saúde da cidade

São Carlos foi classificada dentro do Índice de Desempenho do Sistema Único de Saúde (IDSUS 2012), lançado na última quinta-feira, em Brasília, pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha com atendimento feito pelo SUS em 5,28. O número revela que a cidade está na média da maioria dos municípios brasileiros e um ponto acima de Araraquara, que recebeu nota 5,27 dentro da mesma avaliação.

Na avaliação do secretário municipal de Saúde, Marcus Vinícius Bizzarro, os números classificatórios correspondem a estrutura de saúde que se tem no município. Mas relativisa a classificação afirmando que houve erro no envio dos dados Ministério da Saúde. “Não informamos os dados reais de procedimentos ambulatoriais de média complexidade no qual a cidade recebeu nota 2.7, o que colaborou para a cidade tem um índice abaixo da média estadual”.

Outro ponto como a internações de alta complexidade realizadas para pacientes da região que não vivem na cidade a cidade recebeu nota zero. Para o secretário de saúde a cidade é pólo regional no atendimento de saúde. “Temos como comprovar nosso atendimento a pacientes da região”, afirmou Bizzarro.

Segundo Ministério da Saúde, o índice brasileiro ficou em 5.47, o do estado de São Paulo em 5.77 e o do sudeste em 5.56. tdos aceima do número registradoem São Carlos.

A cidade faz parte do grupo dois dentro do Estado que reúne 24 municípios entre eles São José dos Campos, Bauru, Diadema e São Bernardo do Campo. Este grupo implica na homogeneidade dos equipamentos públicos de saúde das cidades. Este núcleo tem notas que vão de 8,2 como a recebida por Barueri, até 4.68 de Santo André.

O médico e Diretor Técnico da Santa Casa, Afonso Thadeu de Souza Pannacci, afirmou que não tem como analisar a proposta do governo em criar o Índice de Desempenho do SUS. “Só o tempo poderá dizer se os dados enviados ao ministério poderão trazer melhorias ao SUS. Mas não acredito que o simples fato de atender mais pessoas, que faz melhorar a nota da cidade, trará uma real melhora no atendimento”, declarou.

Bizzarro, afirmou que por ser um programa de avaliação novo, a secretaria está analisando os itens para saber a fonte dessa nota. Ele afirmou a secretária já havia avaliado que a coleta de informações do sistema ambulatorial para o SUS está com dificuldades por conta da expansão dos serviços da rede de assistência básica. “A estrutura administrativa e burocrática não acompanhou o crescimento do atendimento do SUS”.

Outro ponto que o secretário pretende contestar junto ao Ministério é o número de unidades de saúde em relação ao número de habitantes de São Carlos. “Nós organizamos o serviço de atendimento de acordo com o sistema de equidade proposto pelo SUS, ou seja fornecer mais acesso às pessoas que precisam mais”, declarou, defender que grande parte da população da cidade tem acesso ao serviço privado de saúde.

Entenda o funcionamento da avaliação do SUS

 

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, lançou, na última quinta-feira, em Brasília, o Índice de Desempenho do SUS (IDSUS 2012), ferramenta que avalia o acesso e a qualidade dos serviços de saúde no país. Criado pelo Ministério da Saúde, o índice avaliou entre 2008 e 2010 os diferentes níveis de atenção (básica, especializada ambulatorial e hospitalar e de urgência e emergência), verificando como está a infraestrutura de saúde para atender as pessoas e se os serviços ofertados têm capacidade de dar as melhores respostas aos problemas de saúde da população.

 

“Além de dar maior transparência ao quadro geral da oferta e da situação dos serviços de saúde, o IDSUS 2012 servirá como instrumento de monitoramento e avaliação para que os dirigentes dos três níveis – federal, estadual e municipal – tomem decisões em favor do aprimoramento das ações de saúde pública no país”, explicou Padilha. O IDSUS 2012 está disponível para consulta de toda a sociedade pelo endereço www.saude.gov.br/idsus.

 

AVALIAÇÃO – O índice avalia com pontuação de0 a10 amunicípios, regiões, estados e ao país com base em informações de acesso, que mostram como está a oferta de ações e serviços de saúde, e de efetividade, que medem o desempenho do sistema, ou seja, o grau com que os serviços e ações de saúde estão atingindo os resultados esperados.

 

O IDSUS é formado por seis grupos homogêneos e leva em consideração a análise concomitante de três índices: de Desenvolvimento Socioeconômico (IDSE), de Condições de Saúde (ICS) e de Estrutura do Sistema de Saúde do Município (IESSM).

 

SITUAÇÃO – De acordo com o índice, o Brasil possui IDSUS equivalente a 5,47. A região Sul teve pontuação de 6,12, seguida do Sudeste (5,56), Nordeste (5,28), Centro-Oeste (5,26) e Norte (4,67).

 

MODELO –O IDSUS 2012 é resultado do cruzamento de 24 indicadores, sendo 14 que avaliam o acesso e outros 10 para medir a efetividade dos serviços. No quesito acesso, é avaliada a capacidade do sistema de saúde em garantir o cuidado necessário à população em tempo oportuno e com recursos adequados. Entre esses indicadores estão a cobertura estimada de equipes de saúde; a proporção de nascidos vivos de mães com sete ou mais consultas pré-natal; e a realização de exames preventivos de cânceres de mama, em mulheres entre 50 e 69 anos, e de colo do útero, na faixa de25 a59 anos.

 

O levantamento de dados para divulgação do IDUS 2012 será realizado a cada três anos. Desde a idealização até a fase de finalização, o índice foi construído com a participação de vários segmentos do governo, técnicos, acadêmicos e com a participação e aprovação do Conselho Nacional de Saúde.

 

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais antigas
Mais novos Mais Votados
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Silmara F Gomes
Silmara F Gomes
12 anos atrás

Muito mentira isso , porque sexta feira enterramos minha irmã, graças a Má vontade da nossa saude, a hora q mais precisamos não nos ajudou com a cirurgia
Cambada de mentiroso e enganadores

0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x