19 de Maio de 2024

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Com 43,24% dos votos, Silvana Perin é eleita prefeita

Com 43,24% dos votos, Silvana Perin é eleita prefeita

Pleito suplementar foi realizado domingo (7); prefeito e vice eleitos em 2020 foram cassados por abuso de poder político

08/04/2024 17h06 - Atualizado há 1 mês Publicado por: Redação
Com 43,24% dos votos, Silvana Perin é eleita prefeita Divulgação

Analândia elegeu, no último domingo, seu novo prefeito. Com 1.241 votos (43,24%), Silvana Perin (Solidariedade) e Vrá Mascia (União Brasil) foram escolhidos pelos eleitores como prefeita e vice, respectivamente.

As novas eleições foram realizadas por conta da cassação dos mandatos do prefeito eleito em 2020, Paulo Henrique Franceschini, e do vice-prefeito, Clodoaldo Guilherme, por abuso de poder político após a instalação de barreiras sanitárias contra Covid-19 na cidade, no dia da eleição, em 2020.

Nas eleições deste domingo, quatro candidatos disputaram pela prefeitura da cidade que tem pouco mais de 4,58 mil habitantes e 4,55 mil eleitores.

O candidato Leandro Sartapio (MDB) ficou em segundo lugar com 1.040 votos (36,24%). Já Rogerinho (Republicanos) recebeu 434 votos (15,12%) e Odair Mistro (PDT) recebeu 155 votos (5,40%).

As eleições ocorreram em dois locais de votação: a zona 1, na Escola Estadual Professor José Jorge Neto, e na segunda zona, na Escola Municipal Zezé Salles. Analândia pertence à zona eleitoral de Rio Claro (SP), onde foi realizada a apuração dos votos.

A diplomação da nova prefeita será no dia 10 de maio e a posse no dia 11. Os novos eleitos governarão o município somente até 31 de dezembro deste ano, já que em 6 de outubro haverá a eleição para os novos prefeito, vice-prefeito e vereadores para o período de 2025 a 2028.

INVESTIGAÇÃO

Além da instalação das barreiras por decreto municipal, o processo traz trechos de conversa de grupo no WhatsApp, com a participação de parentes dos candidatos e apoiadores da campanha, indicando que o intuito das barreiras seria o de impedir a votação de eleitores residentes na área rural.

Em dezembro de 2023, os mandatos deles e do prefeito de Analândia na época, Jairo Aparecido Mascia, foram cassados por abuso de poder político por decisão unânime dos ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Os dois políticos também ficaram inelegíveis por oito anos.

O presidente da Câmara, Rogerio Conceição dos Santos, o Rogerinho (Republicanos), assumiu a prefeitura em 19 de dezembro.

Franceschini foi eleito com 71,03% dos votos na votação de 15 de novembro de 2020, o equivalente a 1.400 votos, 829 votos a mais do que o segundo colocado.

Nesta eleição, Analândia teve a maior abstenção (23,84%) – o correspondente a 1.099 eleitores –, contra 13,24% na eleição de 2016 e 14,17%, em 2012.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x