28 de Fevereiro de 2024

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Cuidado com a saúde mental é parte essencial no tratamento de pacientes oncológicos

Cuidado com a saúde mental é parte essencial no tratamento de pacientes oncológicos

Com a campanha Janeiro Branco, tema é abordado

16/01/2024 19h38 - Atualizado há 1 mês Publicado por: Redação
Cuidado com a saúde mental é parte essencial no tratamento de pacientes oncológicos

Janeiro Branco em vigor neste mês, de acordo com a Estimativa do Instituto Nacional do Câncer (INCA), são esperados 704 mil novos casos de câncer no Brasil, 483 mil se excluídos os casos de câncer de pele não melanoma, para o triênio de 2023 a 2025. O maior destaque de casos está nas regiões Sul e Sudeste, que concentram cerca de 70% da incidência. Receber o diagnóstico de câncer pode ter um impacto profundo na vida de uma pessoa, portanto é fundamental manter em dia os cuidados com a saúde mental.

Processar todas essas informações e lidar com sentimentos, como tristeza, angústia, raiva e medo, não é uma tarefa fácil. Por isso, muitos pacientes oncológicos acabam desenvolvendo sintomas de doenças que podem abalar o emocional, como a depressão e a ansiedade. Segundo dados da American Cancer Society, aproximadamente um terço dos indivíduos com câncer enfrenta algum tipo de distúrbio de saúde mental ao longo do tratamento da doença.

“Criar uma cultura de cuidado com a saúde mental deve ser uma prioridade para a população de maneira geral, mas no caso dos pacientes oncológicos, em especial, o suporte profissional durante essa jornada poderá auxiliar a compreender o diagnóstico, a ambivalência de sentimentos, ajustamento e a reorganização de vida entre outras questões”, pontua Mariana Esteves, psicóloga da Oncoclínicas Ribeirão Preto.

A especialista ainda lembra que não há uma maneira única de viver o câncer e seu tratamento, nem um modo correto. “Cada pessoa reage de uma forma, dentro da sua realidade e contexto. Portanto, esse apoio precisa ser individualizado e, ainda, estendido para os familiares, identificando as ferramentas emocionais e estabelecendo estratégias para o enfrentamento das situações que se seguirão”, comenta a profissional.

 

SINAIS

Podem ser considerados alerta para a saúde mental sinais como: insônia ou sono irregular; queda nos níveis de energia; alterações incomuns no apetite; mudanças repentinas de humor; perda de interesse por atividades antes consideradas interessantes; incapacidade de cumprir suas obrigações de rotina; raciocínio lento e perda de concentração, entre outros.

 

PREVENÇÃO

“Não existe uma forma única de adoecimento mental. Por isso, para manter a saúde mental em dia, algumas dicas são valiosas, como praticar atividade física, manter uma alimentação saudável, se hidratar, ter um sono de qualidade, cuidar bem dos relacionamentos, se valorizar, estar em companhia de pessoas otimistas e que te faça sentir bem”, diz Mariana Esteves.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x