14 de Junho de 2024

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Enem acaba hoje com prova de linguagens, matemática e redação

Enem acaba hoje com prova de linguagens, matemática e redação

23/10/2011 10h24 - Atualizado há 13 anos Publicado por: Redação
Enem acaba hoje com prova de linguagens, matemática e redação

Alunos chegam para a prova no Jesuíno de Arruda - Foto Jeferson VieiraHoje os cerca de 5 milhões de alunos que participam do Enem fazem as provas do segundo dia. Ontem (23) em São Carlos não foram registrado incidentes graves nos locais de prova. Apenas os fiscais que estavam mal preparados. Na escola Jesuíno de Arruda uma coordenadora proibiu que jornalistas tirassem fotos até mesmo do lado de fora da escola. Mas fora estes problemas pontuais a prova transcorreu normalmente.

Hoje segundo dia de exame do Enem  os alunos devem ficar atentos às exigências feitas para a redação. Fugir do padrão significa zerar nesse quesito.

O texto dissertativo deve ter entre 7 e 30 linhas. Não abordar o tema proposto leva à anulação dessa prova. Os candidatos devem chegar às 12h ao local de prova, pois os portões serão fechados às 13h.

Neste domingo serão cinco horas e meia para resolver 90 questões de matemática e linguagens, além da redação.

O estudante deve levar documento de identidade original e caneta esferográfica de cor preta. A recomendação do Inep (instituto do MEC que aplica o Enem) é que o estudante chegue às 12h no local da prova, horário em que as portas são abertas.

Se utilizados pelos candidatos, os trechos de textos das questões objetivas não entrarão no cômputo de linhas nem serão considerados na correção da redação. Desenhos também serão descartados e podem levar à anulação da redação.

Nos últimos anos, educadores e estudantes têm criticado o sistema de correção dos textos. Nesta edição, o Inep (instituto que aplica o exame) alterou o processo.

Antes, cada redação era corrigida por dois avaliadores. Uma terceira avaliação só era feita se as notas tivessem mais de 500 pontos de diferença, numa escala de 0 a 1.000. Agora, a correção extra será feita a partir de 300 pontos de discrepância.

Na prova objetiva, o estudante deve manter a opção feita na inscrição em relação à língua estrangeira -se optou por inglês, não poderá mudar para espanhol hoje.{jcomments on}

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x