15 de Abril de 2024

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Estudantes ficam preocupados com o resultado final das provas

Estudantes ficam preocupados com o resultado final das provas

06/11/2012 11h20 - Atualizado há 11 anos Publicado por: Redação
Estudantes ficam preocupados com o resultado final das provas

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) realizado no final de semana deixa os estudantes preocupados com o grau de dificuldade da prova. Apesar da coincidência das datas, Tusca não atrapalha o Enem. No sábado as questões mais difíceis eram sobre química, de acordo com os candidatos que disseram que a prova estava muito especifica. E no domingo, os estudantes ficaram surpresos com o tema da redação, o que possivelmente afeta na nota final.

De acordo com os dados do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), a média de abstenção na prova do Enem no Estado de São Paulo foi de 277.452 totalizando 28,12%, praticamente igual ao ano passado. E a taxa de candidatos inscritos foi de 929.341. As provas realizadas em São Carlos disputavam atenção com o evento universitário da Tusca, que começou na quinta-feira, 1º e terminou no domingo, 4. Porém, os candidatos da prova estavam conscientes de que ainda precisam entrar na Universidade para frenquentar esse tipo de evento, e que o momento era focar nos estudos. “Sou daqui de São Carlos e já fui na Tusca algumas vezes, mas no final de semana preferi disputar uma vaga na faculdade e fazer bonito na prova”, fala o estudante de 20 anos, Pedro Paiva, que pela segunda vez concorre a uma vaga de engenharia civil.

No sábado as 45 questões de Ciências Humanas e suas Tecnologias, abrangendo geografia, história, sociologia e filosofia, e as 45 questões de Ciências da Natureza e suas Tecnologias, biologia e química, deixaram os candidatos aflitos. “A prova de química estava com enunciados muito específicos”, reclama o estudante de 19 anos Carlos Pereira. Já a estudante Carla Almeida de 21 anos, já entrou em uma universidade, mas desistiu do curso, prestou a prova novamente e reclamou dos textos longos. “A prova estava muito longa nas questões de ciências humanas, isso cansa conforme o tempo vai correndo. Ter 3 minutos em média para responder cada pergunta é muito pouco para os enunciados intermináveis”.

Já no último dia da prova, domingo, as 90 questões divididas em Linguagens e Matemática mais a Redação, deixaram os candidatos aliviados nas provas especificas, sobretudo desesperados com a redação. “Acredito que fui bem na prova de matemática, não achei tão difícil. Mas, é porque foquei meus estudos para área de exatas esse ano”, diz Lílian Silva, 20, que presta para o curso de veterinária. E a candidata Fernanda Bueno,19,  diz que foi bem na prova de linguagem, pois quer uma vaga no curso de letras da UFSCar. “Tenho facilidade na área de português, achei a prova com uma diversidade na área utilizando poesia, tirinhas e textos”. 

 

Redação

O tema de redação “O movimento imigratório para o Brasil no século XXI” deixou os candidatos surpresos e assustados para escrever no máximo 30 linhas e não zerar na pontuação. A professora de redação do cursinho pré-vestibular da UFSCar, Luciana Rugoni, diz que conversou com seus alunos pós prova e eles não esperavam esse tema. “Para eles estava muito difícil e fizeram críticas ao tema”.

Sobretudo, a professora de redação ressalta que “os alunos precisam estar preparados não para temas específicos, mas sim, conseguir pegar qualquer tema, que faça parte do seu conhecido, e saber utilizar a coletânea em seu favor – a qual tende a contribuir muito, principalmente em temas inesperados”.

Segundo Luciana, trata-se de um tema bastante explorado principalmente em outras disciplinas como geografia, sociologia e história. Dessa maneira, os alunos não estavam despreparados ou desconexos da temática.

“Foi imprevisto, esperávamos discussões sobre sustentabilidade, pois parecia o que mais estava em alta no contexto atual”, afirma. E ela ressalta que, nem os famosos “10 temas que podem cair no vestibular”, circulados em várias mídias, não contemplavam o tema proposto no Enem 2012.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x