20 de Abril de 2024

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Festa de Santo Antônio prossegue até o final do mês

Festa de Santo Antônio prossegue até o final do mês

Com vários eventos sociais e religiosos voltados à celebração do santo, festividades estão movimentando a economia de Itirapina

11/06/2023 08h03 - Atualizado há 10 meses Publicado por: Redação
Festa de Santo Antônio prossegue até o final do mês Divulgação

A Festa de Santo Antônio, realizada pela Igreja Católica, através da Paróquia Santo Antônio de Pádua começará no dia 3 de junho e prosseguirá até o dia 25 de junho. A programação inclui a parte religiosa. Até a próxima terça-feira, 13 de junho será realizada a Trezena de Santo Antônio na Igreja Matriz de segunda à sexta às 19h30, no sábado às 18h e no domingo às 19h.No dia de Santo Antônio, 13 de junho, as missas serão às 8h e 19h na Igreja Matriz.

Na programação social, haverá Quermesse todos os fins de semana após as missas no Recanto Santo Antônio. Também haverá Quermesse nos dais 8 de junho (quinta-feira, Feriado de Corpus Christie) e no dia 13 de Junho, Dia de Santo Antônio.

No dia 18 de junho será realizado o Desfile de Cavaleiros com saída do bairro Vale Verde ás 10h e chegada na Igreja Matriz, na Região Central de Itirapina onde será realizada a benção dos cavaleiros. Haverá venda de pão com linguiça e bebidas. Fechando as festividades, será realizado no dia 25 de junho haverá um almoço caipira às 11h e depois um leilão de gado, sendo ambos os eventos realizados no Recanto Santo Antônio.

QUEM FOI SANTO ANTÔNIO

Nasceu em Almendral, na província de Toledo, em 1549. Filha de agricultores, ficou órfã aos 10 anos. Fez-se, então, pastora de rebanhos, a fim de ganhar a vida. Em 1570, ingressou no convento das Carmelitas Descalças, que Santa Teresa havia fundado em Ávila. Foi Secretária de Santa Teresa de Ávila, e a acompanhou nas suas viagens e em tês fundações e a sua presença tornou-se tão necessária à Santa que esta não sabia pôr-se a caminho sem a sua companhia. Por vezes, ela viajava dias inteiros sob intempérie, sob chuva e sob neve, não encontrando aldeia alguma por muitas léguas, não fazendo outra coisa senão tremer até os ossos. Em 1582, Santa Teresa falecia em seus braços. Tornou-se, então, a herdeira da espiritualidade da Santa fundadora. Foi prioresa em Paris e fundadora do mosteiro de Tours. Pioneira em Anvers, Bélgica, onde exerceu grande influência espiritual. Morreu a 7 de Junho de 1626 no dia da Santíssima Trindade e foi sepultada no convento de Anvers. Foi beatificada em 1917 pelo papa Bento XV.

Com Santo António Maria Gianélli, bispo de Bóbbio, que fundou a Congregação das Filhas de Maria Santíssima do Horto.   Martirológio – Secretariado Nacional de Liturgia – PT 7 1. Na Hibernia, atual Irlanda, São Colmano, bispo e abade do mosteiro de Dromore por ele fundado, que trabalhou admiravelmente pela fé no território de Down. Em Córdova, na Andaluzia, região da Espanha, os santos mártires Pedro, presbítero, Valabonso, diácono, Sabiniano, Vistremundo, Habêncio e Jeremias, monges, que por Cristo foram degolados na perseguição dos Mouros. 3. Em Newminster, na Nortumbria, região da Inglaterra, São Roberto, abade, da Ordem Cisterciense, que, aspirando intensamente à vida de oração e pobreza, fundou com doze companheiros este cenóbio, do qual irradiou em breve tempo a fundação de três famílias de monges.(† 1159) 4. Em Antuérpia, no Brabante, atualmente na Bélgica, a Beata Ana de São Bartolomeu, virgem da Ordem da Carmelitas Descalças, discípula e secretária de Santa Teresa de Jesus e dotada de dons místicos, que divulgou e renovou com fervorosa assistência a Ordem na França.(† 1626) 5. Em Piacenza, na Emília-Romanha, região da Itália, o passamento de Santo Antônio Maria Gianélli, bispo de Bóbbio, que fundou a Congregação das Filhas de Maria Santíssima do Horto e resplandeceu pelo empenho e luminoso exemplo de dedicação às necessidade dos pobres, à salvação das almas e à promoção da santidade do clero.(† 1846) 6.

Em Paris, na França, a Beata Maria Teresa de Soubiran La Louvière, virgem, que, para maior glória de Deus, fundou a Sociedade de Maria Auxiliadora, da qual foi expulsa, passando o resto da sua vida em profunda humildade.(† 1889)

Santo Antônio Maria Gianelli nasceu no dia 12 de abril de 1789, em Cereta, na Itália. Inicialmente, fundou uma congregação missionária para sacerdotes,  destinada a aprimorar o apostolado da pregação ao povo e a organização do clero, em 1827. Mais tarde fundou uma congregação feminina, destinada à educação. Era o começo da congregação das Filhas de Maria Santíssima do Horto.

Nomeado Bispo em 1838, reorganizando sua Diocese. Morreu aos 57 anos, no dia 7 de junho de 1846. Defendia a moralidade do clero na vida simples e reta de trabalho no seguimento de Cristo. Beatificado em 1925 e canonizado em 21 de outubro de 1951, por Pio XII.   – No mesmo dia celebramos: São Pedro de Córdova.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x