25 de Junho de 2024

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Inscrições para fórum gratuito

Inscrições para fórum gratuito

Com transmissão ao vivo, evento on-line será realizado no dia 23 de maio, quinta-feira, das 9h às 12h30

19/05/2024 00h44 - Atualizado há 1 mês Publicado por: Redação
Inscrições para fórum gratuito Com transmissão ao vivo, evento on-line será realizado no dia 23 de maio, quinta-feira, das 9h às 12h30; há vagas presenciais limitadas para participar do fórum em Campinas  

DA REDAÇÃO

Com a participação da escritora, filósofa, intelectual pública e ativista da justiça social, Djamila Ribeiro, a terceira edição do Fórum Diálogos na Educação, promovida pelo Instituto EP, acontecerá na próxima quinta-feira, dia 23 de maio, a partir das 9h, com o tema “Ser e Pertencer no Ambiente Escolar”. O evento gratuito é voltado a educadores e terá transmissão on-line, ao vivo, entre 9h e 12h30. As inscrições antecipadas para o evento online darão direito à certificado e podem ser feitas pelo site do evento.

Há vagas presenciais limitadas para educadores acompanharem a programação da manhã, em Campinas, com inscrições antecipadas obrigatórias pelo link: https://bit.ly/FORUM-VAGAS-LIMITADAS-MANHA Já no período da tarde, grupos de trabalho irão aprofundar, de forma prática, diferentes aspectos do tema principal do evento. Não há mais vagas disponíveis para esse período.

O Fórum de 2024 terá início com a apresentação do projeto vencedor do Concurso Cultural Boas Práticas na Educação, realizado pelo Instituto EP e selecionado entre projetos enviados por professores da educação infantil e do ensino fundamental da rede pública.

Em seguida, às 9h30, haverá palestra de Djamila Ribeiro, escritora, filósofa, intelectual pública e ativista da justiça social. Membro da Academia Paulista de Letras, Djamila é uma voz fundamental na sociedade, trazendo à tona questões cruciais sobre racismo, gênero e desigualdade.

A programação seguirá com uma mesa redonda para discutir o tema “Ser e Pertencer no Ambiente Escolar”, com a participação de pedagogas, entre elas, Telma Vinha, doutora em Educação e professora da Faculdade de Educação da Unicamp. Telma destaca a importância do professor “que conversa, pergunta sobre a vida, as dificuldades, que se conecta, acolhe, considera o que o estudante diz, procura agir com justiça e cuidado, contribuindo para que ele se sinta conectado com a escola”.

“Atualmente, há inúmeras pesquisas que contribuem para compreendermos os diferentes tipos de problemas de convivência e as violências estruturais, assim como possibilidades mais construtivas de intervenções coordenadas e complementares. Sabe-se que a qualidade da convivência nas escolas pode e deve ser planejada como as demais áreas do currículo, com ações de prevenção, promoção e de atenção. É fundamental a discussão sobre a relevância de políticas públicas consistentes que promovam uma convivência cada vez mais cidadã e democrática nas escolas e em redes, para que as instituições educativas possam se tornar, cada vez mais, espaços de aprendizado, segurança, acolhimento e pertencimento”, afirma Telma.

Eliete Aparecida de Godoy, doutora em Educação e professora e diretora da Faculdade de Educação da PUC Campinas, estará também na mesa redonda e reconhece a importância da parceria com a PUC para aproximar o Fórum dos alunos, especialmente dos cursos de licenciatura, e para a formação de professores polivalentes que cursam pedagogia. “É fundamental levar os professores a discutir essa temática de ser e pertencer na escola, com foco nos estudantes, ao mesmo tempo em que eles se descobrem nesse contexto. Uma questão relevante é o desafio de fazer com que os estudantes se sintam parte da escola e sejam protagonistas – e isso pode encontrar resistência das próprias crianças e famílias em se abrirem para outras possibilidades em relação à escola, tornando-se parte da comunidade escolar. É preciso destacar que a comunidade também tem suas expectativas e nem sempre elas vão ao encontro do que os alunos desejam”, explica Eliete.

Para Paula Beatriz de Souza Cruz, pós-graduada em Gestão Educacional e Docência no Ensino Superior e diretora de Escola Estadual, que estará na mesa redonda, “ser e pertencer no ambiente escolar expressam uma perspectiva sobre o futuro da Educação, com olhares diferenciados para docentes, estudantes e seus responsáveis, funcionários e toda a comunidade escolar. É primordial que, no futuro, estejamos atentos a tudo. Podemos não atingir a todos, mas uma pessoa que tenha sua realidade transformada fará grande diferença no mundo, no qual as desigualdades sociais, políticas, educacionais, econômicas estão presentes”.

O Instituto EP atua há mais de 20 anos com educação, com apoio a diferentes projetos. Por meio do Fórum, o Instituto EP busca conectar poder público, iniciativa privada, secretarias de educação, profissionais da educação e diversas outras áreas, promovendo o diálogo e a troca sobre boas práticas na educação que já ocorrem dentro das escolas.

Para acessar a transmissão, clique https://www.dialogosnaeducacao.com.br/aovivo/

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x