21 de Maio de 2024

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Maio, Mês de Maria

Maio, Mês de Maria

EM 13 DE MAIO COMEMORA-SE O DIA DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA

11/05/2024 07h58 - Atualizado há 1 semana Publicado por: Redação
Maio, Mês de Maria

“Ave cheia de graça, o Senhor é contigo”. (Lc 1,28)

 

A tradição de ter um mês dedicado à Maria, surgiu por volta do século XII. Era preciso pedir a proteção da Mãe Maria pelas necessidades da Igreja de seu Filho. Por esta razão, Nossa Senhora é conhecida como Mãe da Igreja, porque ela intercede constantemente pelas necessidades da Igreja de seu Filho, a seu povo amado.

Santa Paulina tinha uma devoção especial a Maria, sob o título de Nossa Senhora de Lourdes que apareceu a Santa Bernadete Soubirous, numa gruta na França. Ainda sob a proteção de Nossa Senhora do Rosário, sempre que rezamos o terço, meditando os mistérios da alegria, da dor, da glória e da luz, contemplamos a vida, a morte e a Ressurreição de Cristo e a missão de sua e nossa Mãe na obra da Redenção.

No segundo domingo de maio, recordamos também o Dia das Mães. É um momento especial para agradecermos a Deus por todas as mães.

Graças ao “SIM” de Maria, nasceu-nos o Salvador.

Não esqueçamos que Maria foi a escolhida por Deus entre todas as mulheres. Ela é como a lua que reflete toda a beleza do sol, que é Jesus. Maria é a Mãe do Belo Amor, por isso, ela é muito amada pelo povo cristão e, também, por muitos não cristãos.

Maria possui a mais refinada arte de amar: a arte de amar como Jesus, porque Ele é Amor. Santa Paulina aprendeu com Ela a tornar Jesus conhecido, amado e adorado por todo o mundo, em todos os lugares. Santa Teresinha, iluminada pelo Filho de Maria, afirmou: “No coração da Igreja, eu serei o amor”. E ainda, a respeito de Maria, o Papa Francisco declarou: “Maria, Mãe que nos acompanha no caminho da vida, é Aquela que teve coragem de dar a vida ao sonho de Deus”.

 

13 DE MAIO, DIA DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA

 

Comemoramos, em 13 de maio, o dia de Nossa Senhora de Fátima, a Mãe de Jesus, nossa mãe misericordiosa que nessa data, no ano de 1917, num domingo, manhã de céu claro, apareceu pela primeira vez a três pastorinhos (Lúcia, Francisco e Jacinta) para trazer a sua mensagem de paz. Desde então, peregrinos de todo o mundo visitam a Cova de Iria, em Portugal, local de suas seis aparições onde cerca de 70 mil pessoas lotavam o lugar e foram testemunhas do fenômeno extraordinário prometido pela Virgem Maria: O Milagre do Sol.

As três aparições do Anjo de Portugal às três crianças prepararam as grandes revelações de Fátima. Identificando-se sempre como o “Anjo da Paz”, a aparição pedia sacrifícios, orações e muito amor aos Sagrados Corações de Jesus e de Maria.

As aparições da Virgem Maria sucederam-se, sempre recomendando a reza do terço e a prática de sacrifícios para a salvação da humanidade. Cabe ressaltar que em 1926 e 1927, Jesus também apareceu à Irmã Lúcia recomendando a divulgação da devoção dos cinco primeiros sábados em desagravo pelas ofensas cometidas contra o Imaculado Coração de Maria. Jesus quer estabelecer no mundo essa devoção.

 

Deus abençoe você!

 

Missão Consagra-te

Gisele Botega

Historiadora e Bacharel em Direito com Especialização em Direito Canônico pela Faculdade de Direito Canônico São Paulo Apóstolo.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x