29 de Fevereiro de 2024

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Ministério Público arquiva denúncia de ex-namorada contra veterinário

Ministério Público arquiva denúncia de ex-namorada contra veterinário

O promotor apontou ausência de provas no caso

20/12/2023 17h11 - Atualizado há 2 meses Publicado por: Redação
Ministério Público arquiva denúncia de ex-namorada contra veterinário Arquivo/Primeira Página

O Ministério Público de São Carlos decidiu arquivar uma acusação de ameaça e perseguição, movida por uma comerciante de 43 anos, contra o ex-namorado, que é um médico veterinário da mesma idade. O promotor apontou ausência de provas no caso.

Segundo consta no processo, no último dia 28 de março, a comerciante esteve na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) e narrou que namorou com o veterinário, por cerca de um ano e que o relacionamento foi encerrado. Entretanto, na versão dela, o veterinário não teria aceitado o término do namoro e estaria ameaçando divulgar fotos intimas dela nas redes sociais, assim como teria feito contato telefônico para os seus familiares denegrindo a sua imagem. Desta forma, a mulher obteve uma medida protetiva contra o ex-namorado e o inquérito policial foi encaminhado ao Ministério Público.

Ao ser chamado para prestar depoimento, o veterinário confirmou que teve um relacionamento com a comerciante. Porém, pontuou que ambos teriam terminado, em comum acordo, por razão de ciúme excessivo por parte dela. No entanto, ele disse que a mulher insistia em mandar mensagens contendo ofensas, além de ameaçar divulgar fotos íntimas das ex-namoradas do médico veterinário, as quais ela teria conseguido após ter acesso ao celular dele durante uma briga.

No dia 27 de novembro, após analisar o inquérito, o promotor decidiu arquivar o caso por falta de provas. “Da análise das provas carreadas aos autos, constata-se que não há provas suficientes da prática do delito de ameaça. Os prints de mensagens anexados não comprovam a conduta ameaçadora do investigado em relação à vítima”. Ele também suspendeu as medidas protetivas impostas pela Polícia Civil.

O médico veterinário informou que recebeu a decisão com tranquilidade e disse que já deu início ao processo por denunciação caluniosa e danos morais contra a ex-namorada.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x