29 de Fevereiro de 2024

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Museu Municipal levará nome de “Maria Lúcia Sawaya Jank”

Museu Municipal levará nome de “Maria Lúcia Sawaya Jank”

Recém-reformado e ampliado, o Museu será em breve reinaugurado com uma nova exposição permanente

12/01/2024 08h34 - Atualizado há 2 meses Publicado por: Redação
Museu Municipal levará nome de “Maria Lúcia Sawaya Jank”

O Museu Público Municipal de Descalvado está em fase de preparação de reinauguração com a montagem de uma nova exposição permanente, após grande reforma e ampliação e passará a ser denominado Museu “Maria Lúcia Sawaya Jank”.

Apesar de ter permanecido fechado por um longo período devido às obras, o Museu realizou várias ações culturais durante 2023: Sarau das Mulheres, Seminários, Semana da Consciência Negra, Semanas temáticas e outras.

As obras também contemplaram a área do Auditório que teve a ampliação do palco, instalação de iluminação e colocação de epóxi (esta última ação contou com o apoio da Usina Ipiranga).

A denominação de “Maria Lúcia Sawaya Jank” ao Museu, que ocupa um prédio histórico da cidade, prédio da antiga FEPASA, é um Projeto de Lei aprovado pela Câmara Municipal e de autoria do vereador Vagner Basto.

Em breve, a Divisão de Cultura, da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SEEC) deverá anunciar a data de reinauguração do Museu.

BIOGRAFIA

“Maria Lúcia Sawaya Jank”  – nasceu em São Paulo em 22/3/1940. Filha do Dr. Paulo Sawaya e D. Sônia Barros Sawaya.

Estudou em São Paulo, formou-se pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo.

Casou-se em dezembro de 1961 com o Engenheiro Agrônomo Roberto Hugo Jank. Em 1962 passaram a residir na Fazenda Santa Rita em Descalvado. Seus filhos: Marcos Sawaya Jank nascido em 5/4/63; Roberto Hugo Jank Jr. nascido em 9/6/64; Fernando Sawaya Jank nascido em 8/7/65 e, Jorge Sawaya Jank nascido em 30/10/68.

Dedicou-se a trabalhos sociais na fazenda criando clube de mulheres e de crianças, com incentivo à grupos de costura e aulas de arte.

Devido ao grande número de famílias de origem italiana existentes na fazenda, interessou-se por muitos objetos trazidos pelos imigrantes, e com a colaboração de todos criou um museu na fazenda. O acervo foi depois transferido para a criação do Museu de Descalvado.

Sempre muito envolvida com arte, em especial à pintura, participou de cursos com diversos artistas de renome em São Carlos e São Paulo, tendo participado ganhando muitos prêmios em exposições com seus quadros.

Faleceu prematuramente em 16/3/1984.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x