23 de Maio de 2024

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Pesquisa com o óleo essencial da “Erva-de-Marajó” é aplicado no tratamento fitossanitário das pragas do cupuaçuzeiro

Pesquisa com o óleo essencial da “Erva-de-Marajó” é aplicado no tratamento fitossanitário das pragas do cupuaçuzeiro

Estudos nesta linha como esta, apontam para a possibilidade de outras linhas de pesquisas serem desenvolvidas com óleos essenciais

27/09/2022 09h35 - Atualizado há 2 anos Publicado por: Redação
Pesquisa com o óleo essencial da “Erva-de-Marajó” é aplicado no tratamento fitossanitário das pragas do cupuaçuzeiro Foto: Edgar Aparecido Sanches / Arquivo Pessoal

A revista científica “Nanomaterials” de tradicional reconhecimento pelos seus relevantes artigos, publicou o artigo de autoria dos pesquisadores das Universidades brasileira e também do exterior, contando com o apoio da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA), e da FAPEAM e do Instituto de Física de São Carlos (IFSC) – CEPOF – INCT – USP, sobre as relevantes pesquisas que tiveram como foco o controle de pragas em variedades frutíferas da Amazônia e da região, onde o cupuaçuzeiro teve destaque devido sua importância econômica e social na região.

Para entendermos um pouco mais sobre esta frutífera, explicamos que  o cupuaçuzeiro, com nome científico : Theobroma grandiflorum, é uma fruteira pertencente à família Sterculeacea, espécie nativa da região Amazônica, sendo encontrada em toda Amazônia, sendo cultivada em pequena quantidade nos quintais das casas, e utilizada na alimentação de diversas formas, sendo sua fruta apreciada no Brasil e no exterior.

Nas autorias do artigo científico publicado está o Prof.  Dr. Vanderlei Salvador Bagnato, o Prof. Dr. Francisco Eduardo Gontijo Guimarães e a Drª. Natália Inada do Instituto de Física de São Carlos (IFSC) – Centro de Pesquisa em Óptica e Fotônica(CEPOF) – USP e o Prof. Dr. Edgar Aparecido Sanches da  Universidade Federal do Amazonas (UFAM), junto de outros reconhecidos cientistas, pesquisaram e publicaram o uso de tecnologia específica baseada no óleo essencial da planta conhecida com “erva de marajó” ( Lippia origanoides), onde foi encapsulado o óleo desta planta ( utilizando sistemas poliméricos biodegradáveis), sendo transformado em um biodefensivo a ser utilizado no tratamento fitossanitário do cupuaçuzeiro , em específico na chamada popularmente “vassoura de bruxa” (Moniliophtora perniciosa), no inseto praga “Broca-do-Cupuaçu”  (Conotrachelus humeropictus) de fundamental importância no manejo e cultivo do cupuaçuzeiro.

Estudos e pesquisas nesta linha como esta, apontam para a possibilidade de outras linhas de pesquisas serem desenvolvidas com óleos essenciais do Brasil, utilizando a fotônica ( ação das fontes de luz) no processo e resultados, em uma proposta ambientalmente equilibrada e sustentável.

Fontes: Prof. Dr. Vanderlei Salvado Bagnato – Coordenador do CEPOF – INCT – IFSC – USP , os pesquisadores do CEPOF – INCT – IFSC -USP: Prof. Dr. Francisco Eduardo Gontijo Guimarães e Profa Drª. Natália Inada, Rui Sintra – Assessoria de Comunicação IFSC – USP,  e Kleber Jorge Savio Chicrala – Jornalismo Científico/Difusão Científica do CEPOF – INCT – IFSC – USP

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x