18 de Junho de 2024

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > São Carlos realizou conferência sobre diversidade sexual

São Carlos realizou conferência sobre diversidade sexual

04/10/2011 17h25 - Atualizado há 13 anos Publicado por: Redação
São Carlos realizou conferência sobre diversidade sexual

Conferência da diversidade sexual em São CarlosO prefeito Oswaldo Barba participou no último sábado (1º) da 2ª Conferência Municipal de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBT), em proteção aos direitos e à diversidade sexual. O evento aconteceu no Centro de Economia Solidária. Compareceram à conferência a ex-vereadora, Silvana Donatti, a secretária de Cidadania e Assistência Social, Rose Mendes, a diretora presidente da FESC, Elisete Pedrazani, a presidente da ONG Visibilidade LGBT, Phamela Godoy e o chefe da Divisão de Políticas para a Diversidade Sexual, Alexandre Sanches.

Para o prefeito Barba propiciar momentos para a discussão de políticas que favoreçam a igualdade é de fundamental importância, e São Carlos é referência em lutar por direitos iguais também na escolha sexual.

Em julho deste ano, São Carlos já dava um importante passo: era instituída a criação da Divisão de Políticas para a Diversidade Sexual pelo prefeito Barba. Segundo ele, a divisão, bem como a conferência, são mais conquistas da população são-carlense, que a cada dia demonstra fazer parte de uma cidade moderna e humana, acolhendo uns aos outros sem distinção de cor, raça ou opção sexual. “São Carlos é referência quando o tema é a igualdade racial, em políticas para as mulheres e também em prol da diversidade sexual. A cidade se destaca em políticas que cuidam das minorias”, ressaltou o prefeito.

Durante a 2ª conferência foram discutidas diversas propostas para atuação do município em áreas, como educação, saúde e direitos humanos, respeitando a igualdade sexual.

Alexandre Sanches, chefe da Divisão de Políticas para a Diversidade Sexual, acredita que a conferência cumpriu seu papel, sendo muito produtiva. “As discussões entre representantes do governo junto com a sociedade civil, incluindo a população LGBT e heterossexuais se voltam para a luta contra a homofobia, o preconceito e contra a intolerância na nossa cidade”, destacou Alexandre.

Durante o evento também foram aprovadas propostas importantes, que serão encaminhadas para as secretarias competentes e nortearão a montagem do Plano Municipal de Políticas para Diversidade Sexual.

O chefe da divisão também destacou entre as principais propostas a que visa criar “sanções administrativas para pessoas físicas e jurídicas, incluindo servidores públicos, que cometam ou permitam ações homofóbicas, e que essas sejam amplamente divulgadas, através de campanhas, para todos os setores da população são-carlense”.

E ainda a que busca criar um centro de referência LGBT com uma estrutura que inclua uma equipe multidisciplinar de trabalho, com psicólogos, assistente social e assessoria jurídica, além de equipe administrativa.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x