21 de Maio de 2024

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Saúde realiza capacitação do protocolo de Assistência ao Pré-Natal

Saúde realiza capacitação do protocolo de Assistência ao Pré-Natal

A palestrante Dra. Tânia Regina Narciso destaca a capacitação dos profissionais para oferecer uma atenção integral à saúde da gestante e pad

14/05/2024 00h10 - Atualizado há 1 semana Publicado por: Redação
Saúde realiza capacitação do protocolo de Assistência ao Pré-Natal É um serviço novo, inaugurado há pouco tempo para gravidez de risco médio, intermediário e também no alto risco, que engloba o atendimento na Santa Casa e no Hospital Universitário Foto: Divulgação

DA REDAÇÃO 

Foi realizada na tarde da última quinta-feira (09/05) e na sexta-feira (10/05), a capacitação do protocolo de Assistência ao Pré-Natal de Baixo Risco, Ambulatório Materno Infantil Intermediário, Ambulatório de Cuidados Especiais na Gestão – Santa Casa e Ambulatório de Medicina Fetal e Obstetrícia – HU.

É um protocolo da gestante em todos os cenários de atenção, que prevê toda a assistência dentro do município, desde a atenção primária através das Unidades Básicas de Saúde e das Unidades de Saúde da Família, no Ambulatório Materno Infantil Intermediário, um serviço novo, inaugurado há pouco tempo para gravidez de risco médio, intermediário e também no alto risco, que engloba o atendimento na Santa Casa e no Hospital Universitário.

Crislaine Mestre, diretora de Gestão do Cuidado Ambulatorial (DGCA) explica que todo Pré-Natal inicia nas unidades básicas de saúde e depois de uma avaliação pode ou não ser referenciado para outro local.“Todo o pré-natal começa na UBS ou na USF, dependo da evolução clinica da gestante ela pode ser referenciada para o Ambulatório Materno Infantil Intermediário ou o alto risco, ou para medicina fetal no HU, essa capacitação do protocolo vai dar o direcionamento correto e fazer o encaminhamento mais adequado para a gestante em cada momento da gestação”.

A palestrante Dra. Tânia Regina Narciso destaca a capacitação dos profissionais para oferecer uma atenção integral à saúde da gestante e padronizar algumas condutas.

“O protocolo serve para a gestação da atenção básica, como a especializada de risco intermediário ou de alto risco, terem as mesmas condutas e resultar em uma melhor atenção para a gestante com profissionais capacitados para dar um atendimento especial para cada situação”.

A palestrante Dra. Bruna Lopes Ferraz ginecologista especialista em gestação de alto risco ressalta a importância do pré-natal. “Eu falo sempre que o desfecho final da gestação vai depender do pré-natal, o caminho até a paciente chegar na maternidade é o mais importante. Essa capacitação vai fazer com que os profissionais estejam habilitados para fazer um pré-natal de qualidade. Esse protocolo foi revisado por vários profissionais para que a gente consiga melhorar a assistência para a gestante, e ela chegando com o pré-natal bem feito esperamos diminuir a prematuridade e as complicações da gestação na maternidade.”

Participaram da capacitação médicos do programa mais médicos enfermeiros e ginecologista da UBS’s, USF ‘s e do CAPS AD

 

 

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x