22 de Abril de 2024

Dólar

Euro

Cidades

Jornal Primeira Página > Notícias > Cidades > Sites falsos aplicam golpes financeiros

Sites falsos aplicam golpes financeiros

03/02/2012 16h28 - Atualizado há 12 anos Publicado por: Redação
Sites falsos aplicam golpes financeiros

Estudos realizados por empresas especializadas em segurança no internet apontam que, a cada semana, mais de 57 mil endereços falsos de sites são criados por crackers – do inglês “quebrador”, ou seja, alguém que “quebra” sistemas. Com o objetivo de infectar ou roubar dados de internautas desprevenidos, o scrapping – prática que reproduz sites oficiais a fim de aplicar golpes financeiros- é exemplo de uma das fraudes mais recorrentes. Por isso, antes de efetuar qualquer comprar online, o internauta deve estar atento para que informações como dados de contas bancárias, por exemplo, não sejam fornecidas indevidamente.

O comerciante Luiz Francisco Ferraz conta que após pesquisar preço em diversos sites, efetuou a compra de uma câmera digital através de uma página na web que oferecia a mercadoria por um preço inferior. Segundo ele, a pressa em adquirir o equipamento era grande, fechou o pedido e, ao receber um e-mail informando que o envio seria feito logo que o pagamento fosse efetuado, pagou o boleto. “Paguei, anexei o comprovante de pagamento do boleto ao e-mail, porém após dois dias o site informava que estava aguardando o pagamento. Liguei para todos os números que constavam no site e quando chequei o comprovante, percebi que a conta estava em nome de uma pessoa física. Perdi o dinheiro e não recebi a câmera. Visto que já havia comprado várias coisas plea internet e nunca tive problemas, não imaginei que isso fosse acontecer, afinal o site parecia muito seguro”, afirma.

No entanto, o analista de sistemas especializado em segurança na web, Renato Rodrigues, ressalta que muitos sites falsos possuem aparência idêntica ao original, o que facilita que usuários caiam em armadilhas virtuais. “O internauta, em primeiro lugar, não deve realizar uma compra em um site que não se sinta confortável. Certificando-se de que o site é legítimo, procurar saber se também é seguro. Geralmente, os sites possuem um selo de segurança, que indica que, além de ter sido verificado, o site te protegerá do roubo de dados pessoais, fraudes de cartão de crédito e outras fraudes virtuais”, explica.

Outra recomendação de Rodrigues é acessar o site do Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil (www.cert.br), pois através dele é possível consultar diversas dicas de segurança, tipos de ameaças e de como se defender. “Se o usuário notar que algo está errado, ele deve denunciar o site, o que pode ser feito através do próprio navegador”, finaliza.

 

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x