23 de Maio de 2024

Dólar

Euro

Cultura

Jornal Primeira Página > Notícias > Cultura > “Anjos do Highgate” reúne fotos feitas por professor da UFSCar

“Anjos do Highgate” reúne fotos feitas por professor da UFSCar

05/01/2013 17h27 - Atualizado há 11 anos Publicado por: Redação
“Anjos do Highgate” reúne fotos feitas por professor da UFSCar

A Biblioteca Comunitária (BCo) da UFSCar recebe até o dia 14 de janeiro a exposição “Anjos do Highgate”, com imagens registradas pelo professor Amarílio Ferreira Júnior, do Departamento de Educação da Universidade.

As fotografias mostram as representações artísticas dos anjos em um bosque, o famoso Cemitério do Highgate (Portão Alto), que no passado era destinado aos pobres de Londres.

“A fotografia para mim é um hobby. A câmera fotográfica funciona apenas como um instrumento capaz de registrar o meu espanto em relação às pessoas, às coisas e aos cenários cotidianos. Nunca estou preocupado somente em capturar propriamente a beleza estética que se manifesta no meu entorno, mas exclusivamente aquilo que tem algum valor ordinário, subjetivo, ideológico ou emblemático para a minha concepção de mundo. É como se eu quisesse capturar e congelar, na forma de imagem, tudo aquilo que me surpreende”, define o professor.

O Cemitério do Highgate está situado no norte de Londres. Desde o primeiro sepultamento, em 1860, o local, situado em uma área de difícil acesso, caracterizou-se por ser um cemitério dos pobres. Hoje, o bairro é um dos mais belos, caros e arborizados da metrópole, e o próprio cemitério mais parece um bosque em estado silvestre. Entre fileiras de anjos do Highgate está o túmulo de Karl Marx, sepultado em 1883.

“A exposição é o resultado de um desses momentos contraditórios que a gente enfrenta em determinados lugares: desde a primeira vez que fui ao Cemitério de Highgate (Portão Alto), no verão de 1989, eu estava interessado em visitar o túmulo do pensador alemão Karl Marx (1818-1892), mas a atmosfera vitoriana que o envolve, o denso bosque silvestre e as lápides que revestem os túmulos, me intrigava, era com se o cemitério estivesse escondendo um mistério. Depois, no inverno de 2011-2012, quando as árvores estavam sem suas folhas, eu tive a exata sensação do que realmente me atraia no Highgate tanto quanto o majestoso busto de Marx: era a quantidade incrível de esculturas de anjos adornando os mortos. Foi assim que me veio à cabeça as seguintes questões: estariam os anjos do Highgate também velando o túmulo de Karl Marx? Seria também o próprio busto de Marx a expressão de um “anjo secular” que vaticinou a felicidade futura da humanidade?”, fala Amarílio.

Ele, que visitou o local mais de dez vezes, pode acompanhar as transformações de fenômenos da natureza e suas consequências sobre o cenário geral do cemitério. Nessas visitas ele tirou mais de 140 fotos, porém selecionou 39 delas para a exposição.

A exposição de fotografias, gratuita e aberta a todos os interessados, está instalada no piso 1 da BCo, localizada na área Norte do campus São Carlos. O horário de visitação é de segunda a sexta-feira das 8 às 22 horas e aos sábados das 8 às 14 horas. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (16) 3351-8714.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x