20 de Abril de 2024

Dólar

Euro

Cultura

Jornal Primeira Página > Notícias > Cultura > Espaço da Escola Jesuíno de Arruda

Espaço da Escola Jesuíno de Arruda

02/08/2023 21h47 - Atualizado há 9 meses Publicado por: Redação
Espaço da Escola Jesuíno de Arruda

Quem é você?

Por que a sua partida tá doendo tanto?

Eu já deveria ter me conformado,

que você não vai voltar.

No entanto,

não consigo deixar de te amar,

e muito menos te culpar.

No meu peito uma dor,

Que não me deixa continuar.

Eu queria te esquecer,

mas não posso me enganar,

quando você é a primeira

pessoa que eu penso,

quando a ferida começa a sangrar.

Me dói lembrar de você com carinho,

porque no fim sozinha

juntei todos os meus caquinhos.

Tem tempo pra si agora

que estás sozinho?

Você parece feliz,

enquanto eu congelei

meus sentimentos.

Você ao menos sentiu minha partida?

Ao menos hesitou em me deixar?

Você realmente quis ir?

Ou eu só fui mais uma para se gabar?

Eu não te reconheço mais,

conheço dois de você.

No lugar do o homem que eu amava

se encontro uma pessoa mudada.

E o motivo está eminente,

só tu não vês.

Rimar pode não ser meu forte,

mas quando o assunto é te amar,

eu me destaco em primeiro lugar.

Como alguém pode continuar amando?

Quando tudo que o outro fez

foi te apunhalar pelas costas .

Mas como não amar?

Eu amo a sua outra versão,

A que fez eu me apaixonar por você,

não é essa que se entra em seu lugar.

Mas afinal, quem é você?

Acho que nunca vou saber…

Mariana Gabriely Troi – 2ª série C

 

 

 

Confusão

Querida solidão, quando você vai embora?

Não, eu não quero que você vá, pois sem você eu não sou nada

Mas você está me fazendo mal, você tem que ir.

Honestamente, você já faz parte de mim

Querido e maldito vazio, você também já faz parte de mim

Você e a solidão são meus amigos desde sempre

Eu nem tento mais fazer vocês irem embora

Minto! Eu até faço, mas vocês sempre volta

Seis malditos anos e vocês sempre voltam.

Quando isso começou?

Eu nem ao menos sei responder,

Só sei que sem esse sentimento eu não sou nada

Já me acostumei com o título de fria.

Vocês poderiam ficar pra sempre?

Não! Vocês poderiam ficar até eu ser forte?

Não! Vocês poderiam ficar até ninguém poder me machucar?

Barbara E – 2°B

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x