19 de Junho de 2024

Dólar

Euro

Cultura

Jornal Primeira Página > Notícias > Cultura > Pianista são-carlense faz sucesso na França

Pianista são-carlense faz sucesso na França

02/03/2012 18h10 - Atualizado há 12 anos Publicado por: Redação
Pianista são-carlense faz sucesso na França

Desde garoto o são-carlense Fábio Godói se dedica ao gosto de tocar piano, e fez dessa paixão uma profissão. Hoje o músico mora na França e faz especialização no Conservatoire de Strasbourg, também ganhou o terceiro lugar no “Grand Concours International de Piano de Corbelin”, e é professor de piano na Ecole Municipale de Musique de Mutzig e na Ecole de Musique Pôle Sud,em Estrasburgo. Eleestá passando uma temporadaem São Carlos, inclusive já se apresentou na cidade, como faz todos os anos. Fábio retorna ao Brasil para recitais e projetos de música nos períodos de férias da Europa. Em entrevista exclusiva ao jornal Primeira Página, ele conta sua trajetória na música.

“Comecei aprender pianoem São Carlosno ano de 1987 e me interessei pelo instrumento desde então. Entre 1996 e 2009 moreiem São Paulo, onde me formei no Instituto de Artes da Unesp, lá fiz parte das edições anuais do Studio de Música Contemporânea, como músico e co-organizador, cuja edição de 1998 estreou ‘Peça para piano n.1’, do compositor Leonardo Martinelli. Criei o Duo Contraste, com o clarinetista Maurício Fernandes, juntos nos apresentamos regularmente no país por cinco anos”, conta o músico.

“Depois do Duo Contraste, retomei meu trabalho solo, foi quando conheci a renomada professora de piano Marisa Lacorte, foi ela quem me incentivou a ir morar fora. Fiz alguns contatos lá e desde então vivo na França”.

O pianista diz como é a experiência de tocar lá fora. “Sempre tive muita curiosidade de saber como seria a reação do público europeu. Quando cheguei lá queria levar a boa música brasileira, fiz um repertório mesclando composições da Europa e do Brasil. O público foi bem receptivo, levar nossa música até eles, acabou se tornando um diferencial, um cartão de visita para mim”.

Fábio não pra por ai, ele fala das intenções e projetos para o futuro. “Quero reforçar os contatos que tenho no Brasil e fora, assim quero expandir meu trabalho para outros países. Também gostaria de dar continuidade a vida acadêmica, que seria um auxilio para a profissão, já que é tão importante que o músico concilie as duas coisas juntas, para se manter bem sucedido na carreira”.

Para quem quiser seguir os passos de Fábio, ele dá a dica: “A carreira do músico é difícil e exige muita dedicação, porém aqueles que tiverem gosto e desejo de viver da música deve seguir em frente e buscar pelo sonho. O começo não é fácil, mas com dedicação é possível ir longe”.

 

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x