23 de Junho de 2024

Dólar

Euro

Cultura

Jornal Primeira Página > Notícias > Cultura > Festival de Cannes: reuniões bilaterais fortalecem parcerias no segmento audiovisual

Festival de Cannes: reuniões bilaterais fortalecem parcerias no segmento audiovisual

Distribuição internacional de produções cinematográficas e divulgação das políticas de fomento foram foco das agendas estratégicas

21/05/2024 05h55 - Atualizado há 1 mês Publicado por: Redação
Festival de Cannes: reuniões bilaterais fortalecem parcerias no segmento audiovisual Foto: Hauvuy Tamara

O Ministério da Cultura (MinC) marcou presença no 77º Festival de Cannes, que ocorre de 14 a 25 de maio, na França. O Minc, representado pela secretária do Audiovisual, Joelma Gonzaga, pelo coordenador-geral de Difusão e Internacionalização da SAV, André Araújo, e pelo coordenador-geral de Assuntos Internacionais do MinC, Vinícius da Rosa, participou nesta sexta-feira (17) de uma série de debates e reuniões bilaterais com o objetivo de promover o audiovisual brasileiro no cenário global.

O Festival de Cannes é uma das principais vitrines do cinema mundial, reunindo lideranças, produtores e celebridades de diversos países. Dividido entre a exibição de filmes e o “Marché du Film”, um espaço voltado para negócios do setor, o evento proporciona uma plataforma estratégica para fomentar parcerias e estimular trocas sobre produção executiva, distribuição e vendas.

Conforme explica a secretária do Audiovisual do MinC, Joelma Gonzaga, a presença do Brasil no Festival de Cannes 2024 reflete um esforço coordenado para aumentar a visibilidade e a circulação do audiovisual brasileiro no mercado global.

“Tivemos um debate muito qualificado sobre as oportunidades de co-produzir com outros países. Conseguimos analisar quais são as estratégias nacionais e internacionais que precisamos para impulsionar nossa produção audiovisual, fazendo com que a nossas histórias ultrapassem as fronteiras pelo mundo afora. As trocas com países da Arábia, Saudita, Canadá, França, África do Sul e Uruguai foram muito receptivas.

As reuniões buscaram estratégias para reduzir assimetrias e equilibrar a circulação de conteúdos audiovisuais no mercado internacional.

Integrando a programação do “Marché du Film”, o MinC participou do “Focus on Brazil”, uma sessão dedicada a apresentar as políticas de fomento ao audiovisual brasileiro e as atividades planejadas em parceria com a França para 2025. O encontro foi uma ação integrada da delegação brasileira, composta por MinC, Itamaraty, ApexBrasil e a Embaixada da França no Brasil.

“Este evento não só destaca o talento e a criatividade brasileira, mas também reforça a importância da colaboração internacional para o crescimento e a sustentabilidade da indústria cinematográfica”, acrescentou a secretária do Audiovisual do MinC, Joelma Gonzaga.

Filmes brasileiros em Cannes

Seis produções cinematográficas brasileiras foram selecionadas para serem exibidas na 77ª edição do evento.

Dois dos filmes selecionados são os únicos representantes da América Latina na disputa pela Palma de Ouro, prêmio de maior prestígio do Festival de Cannes. São eles ‘Motel Destino’ do diretor cearense, Karim Aïnouz, e o curta-metragem “Amarela”, do diretor nipo-brasileiro, André Hayato Saito.

O Brasil participa também com os filmes  “Queda do Céu”, de Eryk Rocha e Gabriela Carneiro da Cunha, na Mostra Quinzena dos Cineastas; “Baby”, de Marcelo Caetano, na Mostra Semana da Crítica; A animação “A Menina e o Pote”, de Valentina Homem, na Mostra Semana da Crítica e curta-metragem; E “Bye Bye Brasil”, do diretor Carlos Diegues, na Mostra Cannes Classics. “Três longas e dois curtas-metragens que são frutos de políticas públicas de fomento cultural”, como destacou Joelma Gonzaga.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x