26 de Maio de 2024

Dólar

Euro

Cultura

Jornal Primeira Página > Notícias > Cultura > Oficina Cultural Sérgio Buarque de Holanda completa 21 anos

Oficina Cultural Sérgio Buarque de Holanda completa 21 anos

19/11/2011 08h59 - Atualizado há 13 anos Publicado por: Redação
Oficina Cultural Sérgio Buarque de Holanda completa 21 anos

Há 21 anos era instalada a Oficina Sérgio Buarque de Holandaem São Carlose, desde então, ela oferece incentivos aos grupos de teatro, dança e outras manifestações artísticas na cidade e região. A Oficina também realiza exposições de grande expressividade na região, fomentando a área cultural e promovendo parcerias com as instituições, escolas e universidades.

Para o atual coordenador da Oficina Cultural de São Carlos, Ney Vilela, esses 21 anos de trabalho de sucesso é resultado de várias forças que por lá passaram. “Dizem que a chegada aos 21 é sinal de maturidade. Mas eu acho que a Oficina Cultural já é uma instituição madura faz muito tempo. Desde a época em que o governador Orestes Quércia, o secretário de Cultura Fernando Morais e o então deputado estadual Lobbe Neto trouxeram a Oficina para São Carlos, a ação cultural produzida tem qualidade e coerência”, lembra o coordenador. “Miriam Schiel, primeira coordenadora, apostou em levar as atividades para todos os setores de nossa sociedade; Nilma Saia buscou ressaltar a construção de cidadania; Maria Inez Botta criou mecanismos de perenizarão das atividades culturais na música e em novas tecnologias de mídia. Eu terei que cuidar, não de amadurecer o processo, mas de evitar que a Oficina se esclerose e envelheça. Espero ter forças para enfrentar essa difícil, mas bela, tarefa”, almeja Ney.

Em relação às expectativas para as atividades dos próximos anos da Oficina Cultural de São Carlos, Ney explica que o local deve se tornar mais presente na vida dos são-carlenses. “Nosso espaço e nossos funcionários são pagos pelos impostos arrecadados de toda a sociedade, o que nos obriga a servir, da melhor maneira possível, ao público”, fala.

O coordenador ainda adianta o que as pessoas podem esperar para os próximos anos: “Estamos nos planejando para, além das oficinas e workshops, realizar atividades de cineclube, participar do processo que trará de volta os festivais de Teatro Amador para São Carlos e multiplicar a colaboração com as diretorias e secretarias de cultura das cidades que estão sob nossa jurisdição”, comenta. “Temos convênio com a Escola da Família, o que nos dá o apoio eficiente da Diretoria de Ensino em inúmeras atividades relacionadas aos adolescentes. Temos, também, o apoio do Icacesp (Instituto Cultural de Artes Cênicas do Estado de São Paulo), que nos ajudará em ações relativas ao teatro, dança, circo e ópera”, finaliza.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x