21 de Fevereiro de 2024

Dólar

Euro

Cultura

Jornal Primeira Página > Notícias > Cultura > Resultado final dos editais de curtas de diretores estreantes é divulgado

Resultado final dos editais de curtas de diretores estreantes é divulgado

São R$ 4,2 milhões destinados a produções dirigidas por pessoas negras, indígenas, mulheres e com temática infantil

14/01/2024 06h59 - Atualizado há 1 mês Publicado por: Redação
Resultado final dos editais de curtas de diretores estreantes é divulgado Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

A Secretaria do Audiovisual (SAV) do Ministério da Cultura (MinC), divulgou nesta quinta-feira (11), o resultado final dos editais Curta Afirmativo 2023 (dirigido por pessoas negras e indígenas), Curta Criança 2023 e Curta para Mulheres 2023. Foram 30 projetos selecionados, que receberão bolsas no valor de R$ 140 mil cada. São R$ 4,2 milhões investidos em produções dirigidas por pessoas negras, indígenas, mulheres e com temática infantil.

No Curta Afirmativo – Bolsa para Produção de Curta-Metragem, o edital selecionou dois projetos de cada região do país, sendo contempladas propostas dos estados como do Mato Grosso, Alagoas, Pará, Pernambuco, entre outros. Dentre as 10 propostas selecionadas, 50% serão dirigidas por pessoas negras (pretas e pardas) e 50% por pessoas indígenas.

Já no Curta Mulheres, na distribuição por região, o edital também selecionou dois projetos de cada região do país, sendo contempladas propostas de Santa Catarina, Amazonas, Roraima, Bahia, entre outros estados. O edital destinou todas as suas vagas para realizadoras mulheres cis ou transgênero estreantes. Dentre as 10 propostas selecionadas, 50% serão dirigidas por mulheres negras e indígenas.

No Curta Criança, as bolsas para a produção independente de obras cinematográficas brasileiras de curta-metragem dirigidos por pessoas físicas estreantes, com temática voltada à infância, foram contempladas propostas de Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, Acre e Goiás. 60% das propostas selecionadas serão dirigidas por pessoas negras, pardas e indígenas.

As produções independentes selecionadas têm entre 10 a 15 minutos de duração, seja ficção ou documentário, com a possibilidade de técnicas de animação. A avaliação levou em conta critérios, como: proposta de obra audiovisual e adequação ao público (abrangência do tema, comunicabilidade e adequação da proposta ao público); aspectos artísticos; qualificação do projeto e da proposta de direção (estrutura e qualificação técnica do roteiro/argumento; estrutura dramática e construção dos personagens; e proposta estética). E ainda o potencial de impacto cultural e na formação de público (potencial de impacto do projeto no cenário audiovisual brasileiro e sua contribuição para a formação de público).

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x