26 de Maio de 2024

Dólar

Euro

Economia

Jornal Primeira Página > Notícias > Economia > Comércio já contrata temporários

Comércio já contrata temporários

26/09/2012 13h39 - Atualizado há 12 anos Publicado por: Redação
Comércio já contrata temporários

Já com a perspectiva das vendas de final de ano, e com a entrada em circulação das parcelas do 13º, comércio de São Carlos busca contração de funcionários temporários.

“Já em 1º de setembro nós contratamos 8 funcionários. Vamos contratar agora mais 7 e depois mais 9, e prevemos um crescimento das vendas em torno de 7% a 10%”, explica Isabel Cristina Espego, gerente da Eduardo Brinquedos. Segundo a gerente, as contratações não têm sido fáceis: “Abriram muitas lojas em São Carlos e o pessoal mais experiente já foi contratado. Estamos contratando muita gente no primeiro emprego. Temos contato com o pessoal do Senac, do Ciee, da Acisc, da Industrial para conseguir indicações…Eles nos ajudam também”, diz.

“Em dezembro temos crescimento entre 30% e 40%, mas não trabalhamos com temporários. O que fazemos quando precisamos de mais vendedores é buscar dentro da própria empresa. Há um plano de carreira, então faxineiras podem, se quiserem, receber treinamento para vendedora”, explica Fabrício Dantas, gerente da J. Mahfuz.

“Teremos acréscimo de 20% no quadro de funcionários, o que significa contratação de 4 ou mais temporários, com possibilidade de efetivação. Começamos agora, no dia das crianças, e vamos até meio de janeiro, no período de saldão de início de ano. Eles treinamento por 20 dias e já em novembro começam a vender”, diz Fábio Romero, gerente da Cybelar, que afirma ser o aumento das vendas nesse período cerca de 70%.  

“Agora, de modo geral, o comércio está um pouco mais parado. Final de novembro mais 4 pessoas vão ser contratadas, e ficam até final de janeiro ou início de fevereiro”, diz Camila Leite, vendedora da Bunny’s. Também a loja Sixtini prevê contratações: “Entre 3 e 4 pessoas, no fim de novembro e início de dezembro”, diz Daniela de Souza, gerente da empresa.

 “Vamos contratar o mesmo número de funcionários temporários do ano passado, entre 15 e 20. Pretendemos  crescer em vendas, mas com o mesmo número de funcionários”, diz Valdemir Pereira, gerente da Jô Calçados.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x