22 de Abril de 2024

Dólar

Euro

Economia

Jornal Primeira Página > Notícias > Economia > Governo cria 1.853 cargos para Polícia Científica

Governo cria 1.853 cargos para Polícia Científica

05/07/2013 21h53 - Atualizado há 11 anos Publicado por: Redação
Governo cria 1.853 cargos para Polícia Científica

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, sancionou o projeto de lei complementar que cria 1.853 vagas para a Superintendência da Polícia Técnico-Científica (SPTC), que aumentará seu efetivo em torno de 64%.

 

Os concursos públicos serão abertos para preencher os quadros de servidores de vários setores do Instituto de Criminalística (IC) e do Instituto Médico-Legal (IML), que são subordinados à SPTC. A Polícia Técnico-Científica atua em praticamente todos os delitos e produz laudos essenciais para solução dos crimes. 

Serão selecionados 200 médicos legistas, 529 peritos criminais (ambos de nível superior), 55 desenhistas técnico-periciais, 120 fotógrafos técnico-periciais, 155 auxiliares de necropsia (os três de nível médio) e 110 atendentes de necrotério policiais (nível fundamental) – todos de 3ª classe. Além disso, estão previstas 600 vagas de oficial administrativo e 84 de técnicos de laboratório (ambos de nível médio).

A superintendente da Polícia Técnico-Científica, Norma Sueli Bonaccorso, informou que pretende preencher as vagas o quanto antes. “Vamos aproveitar também remanescentes de concursos que já estão em andamento, e completar com novos concursos ainda este ano”.

 

POLÍCIA CIVIL – Além das vagas anunciadas para a SPTC, o governo anunciou concursos também 2.805 vagas na Polícia Civil. De acordo com o secretário da Segurança Pública, Fernando Grella Vieira, serão 129 vagas para delegado (nível superior em direito), 1.075 para escrivão (nível superior em qualquer área), 1.384 para investigador (nível superior em qualquer área) e 217 para agente policial (nível médio).

Os concursos são realizados em duas fases eliminatórias e sucessivas: prova escrita e prova oral. Apenas o concurso para delegado conta com três fases: provas escrita, dissertativa e oral. Após a aprovação, o candidato é nomeado e deve frequentar e ser aprovado em curso de formação da Academia de Polícia Civil.

 

MAIS CONCURSOS – Também estão em andamento concursos públicos para desenhista (7 vagas), médico legista (77), agente de telecomunicação (1), perito criminal (103), investigador (433), escrivão (244), agente policial (391), papiloscopista (103), auxiliar de necropsia (16), auxiliar de papiloscopista (113) e atendente de necrotério (22).

 

MARANHÃO

Sai o resultado definitivo de concurso da Assembleia Legislativa

A Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulgou, no início da tarde de quinta-feira (4), o resultado definitivo das provas objetivas do concurso público para a Assembleia Legislativa do Maranhão, para os cargos de Consultor Legislativo Especial, Técnico de Gestão Administrativa, Assistente Legislativo e Auxiliar Legislativo Operacional.

 

A consulta individual dos resultados está disponível no endereço oficial do concurso. O concurso contou com 18.277 candidatos disputando 87 vagas oferecidas. A FGV abriu prazo para os candidatos que queiram interpor recurso contra o resultado definitivo.

Os candidatos às especialidades de Taquígrafo e Tradutor e Intérprete de Libras que se classificarem nas provas objetivas e discursivas farão as provas práticas em data que será definida pela FGV.

 

O concurso registrou 18.227 inscritos para concorrem às 87 vagas oferecidas. A maior concorrência foi registrada para o cargo de assistente legislativo: 13.908 candidatos para 52 vagas. Para os demais cargos ficou assim: 2.243 candidatos concorreram às 16 vagas de técnico de gestão administrativa; 1.744 candidatos às 16 vagas de auxiliar legislativo operacional e 382 candidatos às três vagas de consultor legislativo especial.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x