16 de Junho de 2024

Dólar

Euro

Economia

Jornal Primeira Página > Notícias > Economia > Infraestrutura básica é alvo de discussão

Infraestrutura básica é alvo de discussão

05/10/2011 11h18 - Atualizado há 13 anos Publicado por: Redação
Infraestrutura básica é alvo de discussão

5ª Semana de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de São Carlos abordará aquecimento da construção civil, aumento na demanda por profissionais e crescimento sustentável  São Carlos é um reconhecido pólo de engenharia, em todas as suas áreas, devido à tradição de suas universidades e profissionais de renome que saíram tanto da USP quanto da UFSCar. Por isso, o atual aquecimento do setor (principalmente com o advento da construção civil) tem reflexo direto no município.

E esse é o tema central da 5ª SEASC (Semana de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de São Carlos): “A construção civil e o momento econômico brasileiro”. O evento, que começou ontem e vai até o dia 8, abordará temas como os programas habitacionais do governo federal, as obras de infraestrutura do PAC, Minha Casa Minha Vida, da Copa do Mundo, dos Jogos Olímpicos, suas implicações futuras e, principalmente, a necessidade da formação de mão-de-obra qualificada para sustentar os índices de crescimento do país.

“O aquecimento da construção civil não é localizado, preso a uma região ou cidade. Ele extrapola os locais das obras. Por isso, mesmo que uma determinada região não esteja necessariamente com obras de grande porte, ela será afetada pelas obras realizadas em outros locais. E a cidade de São Carlos é afetada diretamente, por ser um pólo da engenharia reconhecido internacionalmente”, explica o engenheiro Carlos Alberto Martins, idealizador da semana.

Dentre os fatores citados para São Carlos aparecer como protagonista nesse aquecimento, Martins aponta que as grandes obras da cidade e sua ambição em fazer parte de projetos de grande porte, como figurar entre as subsedes da Copa do Mundo, são diferenciais para que haja discussão do assunto e seja feita a conscientização dos profissionais da área.

“Está faltando engenheiros civis e aeronáuticos no mercado, por exemplo. Em outras áreas da engenharia, a demanda também não está sendo atendida e isso é reflexo do aquecimento da economia. Portanto, é importante que os profissionais da área, principalmente daqui, por sermos referência, atentem para a importância de entender o atual panorama nacional, de forma a conseguirem atender a demanda”, ressalta.

Por isso, comenta Martins, o principal objetivo da 5ª Semana de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de São Carlos é conscientizar a sociedade para a capacitação de profissionais de forma a sustentar o crescimento e atender a demanda, em todos os setores, principalmente o de infraestrutura e construção habitacional.

“É preciso entender que o crescimento não se sustenta sem profissionais. A comunidade técnica precisa se envolver, de forma que as obras sejam tocadas e o país aumente seus índices de crescimento, que são refletidos em obras de grande porte, como conjuntos habitacionais, residências, estradas, etc.”, finaliza Martins. (Daniel Monteiro){jcomments on}

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x