24 de Maio de 2024

Dólar

Euro

Economia

Jornal Primeira Página > Notícias > Economia > Região corta 986 empregos em fevereiro

Região corta 986 empregos em fevereiro

Crise na agropecuária em Matão compromete bom desempenho de 17 municípios que, juntos, abriram 2.841 postos de trabalho 

10/04/2024 00h07 - Atualizado há 1 mês Publicado por: Redação
Região corta 986 empregos em fevereiro Valter Campanato/Agência Brasil

Uma crise na agropecuária de Matão em fevereiro deste ano causou uma hecatombe na geração de empregos na Região Central Paulista formada por 26 municípios. O município, o terceiro maior da região em PIB e população, promoveu 1.630 admissões em fevereiro, mas também fez 5.166 demissões, o que resultou no fechamento de 3.356 postos de trabalho.

Esta situação impediu que a região apresentasse dados altamente positivos, já que os 17 municípios com saldos positivo, geraram 2.841 novos contratos de trabalho CLT, com carteira assinada e com direito a férias, 13º salários, FGTS e etc.

AGRO EM BAIXA

A atividade agrícola foi o que jogou os números para baixo em Matão. A agricultura contratou 158 em fevereiro, mas demitiu 4.188 com saldo negativo de 4.030. Outros setores com desempenho ruim foram comércio (-30), construção (-20). O setor de serviços gerou 494 vagas e a indústria outras 40, dados que amenizaram um pouco a crise do agro matonense.

Além de Matão, outros 8 municípios apresentaram dados negativos. São eles: Tabatinga (-212); Dobrada (-33); Borborema (-19); Nova Europa (-18); Trabiju (-4); Boa Esperança(-3); Dourado (-1) e Santa Lúcia (-1)

CAMPEÕES DO EMPREGO

São Carlos foi o município da região que mais abriu vagas em fevereiro, num total de 666 postos de trabalho abertos. Em seguida vem Santa Rita do Passa Quatro, com 536 novos empregos. Taquaritinga gerou 491 empregos formais, seguido por Ibitinga com 405 e Araraquara com 345. Porto Ferreira apontou saldo positivo de 236 vagas. Américo Brasiliense promoveu 210 novas vagas de trabalho formal.

Depois seguem Descalvado (+133); Gavião Peixoto (+117); Itápolis (+70); Fernando Prestes (+40); Ribeirão Bonito (+34); Motuca (+29); Ibaté (+11); Cândido Rodrigues (+10); Santa Ernestina (+10) e Rincão (+9).

Os dados são do CAGED (Cadastro de Empregados e Desempregados), divulgados em 15 de março pelo Ministério do Trabalho e Emprego e mede o emprego formal, que é o com carteira registrada e direitos previstos na CLT (Consolidação das Leis do Trabalho).

 

VARIAÇÃO DO EMPREGO NA REGIÃO CENTRAL EM FEVEREIRO DE 2024:

 

MUNICÍPIO              VAGAS GERADAS EM FEVEREIRO:

1 – São Carlos                        +666

2 – Santa Rita do PQ            +536

3 – Taquaritinga                    +491

4 – Ibitinga                             +405

5 – Araraquara                       +345

6 – Porto Ferreira                  +236

7 – Américo Brasilense         +210

8 – Descalvado                       +133

9 – Gavião Peixoto                 +117

10 – Itápolis                            +70

11 – Fernando Prestes           +40

12 – Ribeirão Bonito             +34

13 – Motuca                           +29

14 – Ibaté                               +11

15 – Cândido Rodrigues       +10

16 – Santa Ernestina             +10

17 – Rincão                              +9

18 – Santa Lúcia                     -1

19 – Dourado                           -1

20 – Boa Esperança               -3

21 – Trabiju                              -4

22 – Nova Europa                  -18

23 – Borborema                      -19

24 – Dobrada                           -33

25 – Tabatinga                         -212

26 – Matão                              – 3.356

 

FONTE: CAGED – Ministério do Trabalho e Emprego

 

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x