18 de Junho de 2024

Dólar

Euro

Economia

Jornal Primeira Página > Notícias > Economia > Trabalhadores aprovam Estado de Greve na Tecumseh

Trabalhadores aprovam Estado de Greve na Tecumseh

04/10/2011 12h11 - Atualizado há 13 anos Publicado por: Redação
Trabalhadores aprovam Estado de Greve na Tecumseh

Trabalhadores aprovaram estado de greveEm assembléia realizada no domingo, 02, na Sede do Sindicato dos Metalúrgicos de São Carlos e Região, os trabalhadores na Tecumseh do Brasil, reprovaram a proposta da Campanha Salarial e decidiram pelo Estado de Greve.

A proposta rejeitada consiste em 2,43% de aumento real, fim do escalonamento das refeições e 180 dias de licença maternidade, a partir de novembro; e o fator que causou a reprova: ticket alimentação de R$50,00, a partir de abril de 2012. Os trabalhadores reivindicam a antecipação da data de início de pagamento do ticket.

Nesta segunda-feira, 03, o Aviso de Greve foi entregue a empresa, que terá 48 horas para apresentar nova proposta.

Os trabalhadores na Planta II, em forma de protesto, atrasaram 30 minutos a entrada de todos os turnos de trabalho. Na terça-feira será a vez dos metalúrgicos da Planta I.

De acordo com o vice presidente do Sindicato, Vanderlei Strano, os trabalhadores mostraram que estão unidos e em busca do mesmo objetivo. “A empresa só entende a necessidade do trabalhador quando suas máquinas estão paradas, e hoje a disposição de luta dos companheiros ficou mais evidente do que nunca”, disse.

Para o metalúrgico e vereador Ronaldo Lopes, os trabalhadores estão em um grau de consciência jamais visto antes. “Toda essa organização e mobilização é resultado do respeito que os trabalhadores têm pelo trabalho da nova diretoria do Sindicato”, ressaltou.{jcomments on}

Erick Silva, presidente do Sindicato, destacou que uma nova história de luta está sendo construída pelos trabalhadores. “É com muito orgulho que vemos esses trabalhadores mobilizados como nunca antes aconteceu, e com essa unidade apostamos que sairemos fortalecidos e vitoriosos na busca pela reivindicação dos companheiros”,explicou. 

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x