24 de Junho de 2024

Dólar

Euro

Esporte

Jornal Primeira Página > Notícias > Esporte > Brasil faz história no Mundial de Judô

Brasil faz história no Mundial de Judô

26/08/2011 21h54 - Atualizado há 13 anos Publicado por: Redação
Brasil faz história no Mundial de Judô

sem-imagemMayra Aguiar foi a quarta medalhista de 2010 a repetir o pódio no Mundial de Judô 2011. Vice-campeã em Tóquio no ano passado, a meio-pesado gaúcha conquistou a medalha de bronze nessa sexta-feira (26) em Paris. Além dela, Leandro Cunha repetiu a prata nas duas edições, assim como Sarah Menezes, dona de dois bronzes. Leandro Guilheiro, vice-campeão no Japão, foi bronze na França. Somando-se à prata de Rafaela Silva em Bercy, o Brasil contabiliza cinco medalhas na competição até agora. É a melhor participação do país em Mundiais Sênior em quantidade de pódios, superando as quatro conquistas de Rio 2007 (três ouros e um bronze) e Tóquio 2010 (três pratas e um bronze). Agora são 28 medalhas do judô brasileiro em Mundiais.

“As cinco medalhas em Paris mostram uma homogeneidade grande na equipe. Não dependemos apenas de um atleta para chegar ao pódio, temos várias munições para acertar o alvo”, diz o coordenador técnico da Confederação Brasileira de Judô, Ney Wilson. “É muito bom também que os medalhistas de 2010 confirmaram suas medalhas esse ano. Isso reflete uma consistência importante na performance de nossos atletas”, completou.

Com o bronze em volta do pescoço, Mayra deixou escapar um sorriso no rosto:

“Queria o ouro… mas a Rosi (Rosicleia Campos, técnica da equipe feminina) contou que o Aurélio Miguel tem a teoria de que quem é campeão mundial no ano pré-olímpico não ganha ouro na Olimpíada. Então espero que dê tudo certo em Londres”, disse Mayra, de 20 anos. “Esse bronze vai marcar minha carreira também, é um grande feito”, diz a jovem judoca, dona de quatro medalhas em mundiais júnior (um ouro, uma prata e um bronze) e duas em mundiais sênior (prata e bronze).

A judoca da Sogipa/RS entrou cinco vezes no tatame, vencendo quatro delas por ippon e sendo parada apenas pela líder do ranking mundial, a japonesa Akari Ogata. Mayra venceu Vanessa Mballa (CMR) em 53 segundos, depois derrotou a alemã Luise Malzahn e a húngara Abigel Joo. Na semifinal, levou a pior contra japonesa Ogata, por ippon. Mas voltou com tudo na decisão do bronze, para superar a segunda alemã da tarde, Heide Wollert.{jcomments on}

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x