22 de Abril de 2024

Dólar

Euro

Esporte

Jornal Primeira Página > Notícias > Esporte > Brasil massacra Cuba: 3 a 0

Brasil massacra Cuba: 3 a 0

29/06/2012 15h39 - Atualizado há 12 anos Publicado por: Redação
Brasil massacra Cuba: 3 a 0

A seleção brasileira feminina de vôlei conseguiu a segunda vitória consecutiva na fase final do Grand Prix. Nesta sexta-feira, 29, as brasileiras passaram pelas cubanas por 3 sets a 0 (25/17, 25/12 e 25/14), em 1h04 de jogo, no Beilun Sport, em Ningbo, na China.

 

O próximo desafio do Brasil será a Tailândia. As brasileiras enfrentarão as tailandesas, às 2h (Horário de Brasília) deste sábado, 30.

O Brasil começou o jogo com uma formação diferente das últimas partidas. Adenízia, Fernandinha e Fernanda Garay começaram na equipe titular nos lugares de Fabiana, Fabíola e Jaqueline, respectivamente.

A central Adenízia foi a maior pontuadora do confronto, com 10 pontos (cinco de saque, quatro de ataque e um de bloqueio). A ponteira Fernanda Garay também teve uma boa atuação, com sete acertos. Pelo lado de Cuba, a levantadora Santos foi quem mais pontuou, com oito.

Para a central Adenízia a atitude do Brasil foi determinante na vitória. Além disso, a jogadora já pensa na partida de amanhã (sábado) contra a Tailândia.

“Conseguimos impor o nosso ritmo desde o início. Não deixamos as cubanas jogarem. Foi uma boa atuação. Agora já voltamos a nossa atenção para a Tailândia, que tem um jogo completamente diferente de Cuba. Elas jogam com muita velocidade e combinações”, afirmou a central.

Já a ponteira Fernanda Garay elogiou dois fundamentos específicos da equipe verde e amarelo.

“Foi uma boa partida. Conseguimos parar o ataque cubano. Nunca é fácil jogar contra Cuba, mas quando a nossa relação entre bloqueio e defesa funciona o nosso jogo acaba saindo. Não podemos deixar o time delas entrar na partida e foi isso que aconteceu hoje”, disse a atacante.

O treinador José Roberto Guimarães gostou da atuação das brasileiras.

“O time fez a sua parte. Fizemos 13 pontos de saque. Nosso bloqueio e os contra-ataques também funcionaram. O jogo foi importante para dar ritmo a todas as jogadoras. Já temos que pensar nos próximos confrontos contra a Tailândia e a Turquia”, analisou o treinador. (cbv.com.br)

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x