20 de Abril de 2024

Dólar

Euro

Internacionais

Jornal Primeira Página > Notícias > Internacionais > Acidente em ponte em Baltimore foi provocado por problema elétrico em navio

Acidente em ponte em Baltimore foi provocado por problema elétrico em navio

Duas pessoas que caíram no rio sob a ponte foram resgatadas, uma em estado grave, e outras seis estão sendo procuradas

26/03/2024 07h46 - Atualizado há 4 semanas Publicado por: Redação
Acidente em ponte em Baltimore foi provocado por problema elétrico em navio FOTO: ARTE – JORNAL PRIMEIRA PÁGINA

REPORTAGEM – ESTADÃO CONTEÚDO

O navio de carga que se chocou contra uma ponte em Baltimore, nos Estados Unidos, na madrugada da terça-feira, 26, causando o colapso quase imediato da estrutura, teve um problema elétrico, disse o governador do Estado de Maryland, Wes Moore. Duas pessoas que caíram no rio sob a ponte foram resgatadas, uma em estado grave, e outras seis estão sendo procuradas.

“Podemos confirmar que a tripulação notificou as autoridades sobre um problema elétrico”, disse Moore. Segundo ele, a equipe avisou que havia ficado sem energia próximo do momento em que a embarcação se chocou com a ponte.

Segundo o governador, o aviso antecipado do problema (enviado em forma de mayday, um pedido de ajuda) permitiu que o tráfego de veículos fosse interrompido na ponte antes do colapso, uma resposta rápida que ele creditou por salvar vidas. “Essas pessoas são heróis”, disse ele.

Uma das principais pontes de Baltimore se rompeu e desabou depois que o porta-contêineres bateu e vários veículos caíram no rio abaixo. As equipes de resgate estavam procurando pelo menos seis pessoas na água. Duas pessoas foram resgatadas e uma delas está em estado grave, segundo o chefe dos bombeiros de Baltimore, James Wallace.

Todos os oito que caíram na água faziam parte de uma equipe de construção que tapava buracos. Autoridades disseram que não havia motoristas submersos, apesar das informações iniciais apontarem que veículos haviam caído do alto da ponte.

O comissário da polícia de Baltimore, Richard Worley, afirmou que não existe nenhuma indicação de que o desabamento da ponte tenha sido um ato de terrorismo, tratando como um acidente.

O prefeito de Baltimore declarou estado de emergência por causa do acidente. O democrata Brandon Scott emitiu uma ordem executiva para implantar e expandir os recursos de emergência. O estado de emergência vigorará por 30 dias e poderá ser renovado ou cancelado conforme as condições o justifiquem.

A Synergy Marine Group – empresa que possui e administra o navio, chamado Dali – confirmou que a embarcação atingiu um pilar da ponte por volta de 1h30 (horário local, 2h30 de Brasília), enquanto estava sob o controle de um ou mais pilotos, que são especialistas locais que ajudam a navegar os navios com segurança até os portos.

A empresa informou que todos os membros da tripulação, incluindo os dois pilotos a bordo, foram encontrados e não houve relatos de feridos entre eles.

O Dali, com bandeira de Cingapura, foi construído em 2015 e tem sido gerido quase desde o seu lançamento pela Synergy Marine Group, que também tem sede em Cingapura e gere uma frota de mais de 600 navios porta-contêineres, navios de carga, petroleiros e outros navios. O Dali foi inspecionado pela última vez em setembro de 2023, em Nova York, e nenhuma deficiência foi relatada na época.

O senador do Estado de Maryland Johnny Ray Salling, que é da região, diz que a ponte desempenha um papel vital não apenas no transporte, mas também no comércio. “Perder esta ponte devastará toda a área, bem como toda a Costa Leste”, disse o republicano.

O presidente Joe Biden ofereceu recursos federais para os esforços de busca e resgate, segundo a Casa Branca, acrescentando que o líder americano se reuniu com altos funcionários para tratar da crise e continuará a receber atualizações. Os membros de sua administração mantêm contato próximo com autoridades estaduais e locais, disse.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x