18 de Junho de 2024

Dólar

Euro

Internacionais

Jornal Primeira Página > Notícias > Internacionais > Deslizamento mata 670 em Papua-Nova Guiné

Deslizamento mata 670 em Papua-Nova Guiné

Mais de mil pessoas foram deslocadas pela catástrofe e as plantações e as reservas de água foram quase totalmente destruídas

27/05/2024 07h45 - Atualizado há 3 semanas Publicado por: Redação
Deslizamento mata 670 em Papua-Nova Guiné Foto – Arte – JornalPP

Reportagem – Estadão Conteúdo

Mais de 670 pessoas podem ter morrido em um imenso deslizamento de terra em Papua-Nova Guiné, segundo declaração, ontem, da agência de migração da ONU. A estimativa inicial de mortos pelo deslizamento de terra da sexta-feira era de mais de 300, mas dois dias depois, a Organização Internacional para as Migrações (OIM) disse que o número deveria ser mais do que o dobro, com a extensão total da destruição ainda incerta.

Segundo Serhan Aktoprak, diretor da agência da ONU, que tem sede em Port Moresby, capital do país insular do sudoeste do Pacífico, havia uma estimativa de que 150 casas foram soterradas na vila de Yambali, na encosta de uma colina na Província de Enga. Com as casas, foram soterrados os moradores que dormiam no momento da tragédia. A vila tinha cerca de 4 mil habitantes e era uma base comercial para mineradores que extraíam ouro das montanhas vizinhas.

Mais de mil pessoas foram deslocadas pela catástrofe e as plantações e as reservas de água foram quase totalmente destruídas. O deslizamento de enormes pedras, árvores arrancadas e terra, em alguns pontos, atingiu oito metros de profundidade.

O país costuma receber fortes chuvas. Mas este ano elas têm sido particularmente intensas, assim como os alagamentos.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x