16 de Junho de 2024

Dólar

Euro

Internacionais

Jornal Primeira Página > Notícias > Internacionais > Legisladores dos EUA reforçam apoio a Taiwan, após exercício militar da China

Legisladores dos EUA reforçam apoio a Taiwan, após exercício militar da China

A China considera Taiwan como uma província renegada que deve ficar sob seu controle, pela força, se necessário

27/05/2024 12h57 - Atualizado há 3 semanas Publicado por: Redação
Legisladores dos EUA reforçam apoio a Taiwan, após exercício militar da China Foto – Arte – JornalPP

Reportagem – Estadão Conteúdo

Uma delegação do Congresso dos EUA se reuniu com o novo presidente de Taiwan, Lai Ching-te, na segunda-feira (27) em uma demonstração de apoio, dias depois que a China realizou exercícios ao redor da ilha autônoma em resposta à sua posse.

O deputado Andy Barr, copresidente da bancada de Taiwan no Congresso dos EUA, disse que os Estados Unidos estão totalmente comprometidos em apoiar Taiwan militar, diplomática e economicamente. “Não deve haver dúvida, não deve haver ceticismo nos Estados Unidos, em Taiwan ou em qualquer lugar do mundo, quanto à determinação americana de manter o status quo e a paz no Estreito de Taiwan”, disse o republicano, durante uma coletiva de imprensa em Taipé.

A China considera Taiwan como uma província renegada que deve ficar sob seu controle, pela força, se necessário. Os EUA, como a maioria dos países, não têm laços diplomáticos formais com Taiwan, mas são obrigados por suas próprias leis a fornecer à ilha os recursos para se defender.

A visita de cinco dias dos legisladores “foi contra o compromisso político do governo dos EUA de manter apenas relações não oficiais com Taiwan, enviando um sinal seriamente errado para a força separatista da independência de Taiwan”, disse a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Mao Ning, em Pequim.

A delegação incluiu quatro republicanos e dois democratas e foi liderada pelo deputado republicano Michael McCaul, presidente do Comitê de Relações Exteriores da Câmara dos Representantes dos EUA. No ano passado, a China sancionou McCaul depois que ele visitou Taiwan em abril.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x