19 de Maio de 2024

Dólar

Euro

Internacionais

Jornal Primeira Página > Notícias > Internacionais > Ministro da Defesa da Venezuela chama de ‘provocação’ exercício militar dos EUA na Guiana

Ministro da Defesa da Venezuela chama de ‘provocação’ exercício militar dos EUA na Guiana

López ainda compartilhou uma publicação de outro usuário, afirmando que uma "máquina de guerra foi ativada" contra a Venezuela

10/05/2024 15h11 - Atualizado há 1 semana Publicado por: Redação
Ministro da Defesa da Venezuela chama de ‘provocação’ exercício militar dos EUA na Guiana Foto – Arte – JornalPP

Reportagem – Estadão Conteúdo

O ministro da Defesa da Venezuela, Vladimir Padrino López, classificou como “provocação” o sobrevoo de aeronaves militares dos EUA sobre a capital da Guiana e áreas adjacentes nesta quinta-feira, em meio a tensões sobre a disputa territorial entre os dois países em relação a Essequibo.

Em publicação no X, antigo Twitter, López afirmou “rechaçar as reiteradas provocações do Comando do Sul, apoiados pelo governo da Guiana, que assumiram o posto de nova colônia norte-americana”. “Nosso sistema de Defesa Aeroespacial Integral permanece ativo contra qualquer violação do espaço geográfico venezuelano, incluindo nosso território de Essequibo”, alertou o ministro.

López ainda compartilhou uma publicação de outro usuário, afirmando que uma “máquina de guerra foi ativada” contra a Venezuela para atender “os desejos da ExxonMobil” e “desestabilizar” a região, ao ameaçar os acordos de paz e compromissos internacionais.

Também por meio do X, a Embaixada dos EUA na Guiana informou sobre os exercícios de sobrevoo realizados nesta tarde. Segundo o órgão, os aviões F/A-18F Super Hornets, da Marinha dos EUA, sobrevoaram Georgetown, capital da Guiana, e áreas adjacentes, sob coordenação e aprovação das Forças de Defesa da Guiana.

Em publicação separada, a embaixada americana também relatou que comandantes de alto escalão militar dos EUA e da Guiana se encontraram hoje para discutir a cooperação e assistência de segurança bilateral entre os países.

A Venezuela e a Guiana estão envolvidas em uma disputa pelo território de Essequibo, rico em petróleo e minerais, o que aumentou as tensões entre os dois países nos últimos meses. Desde 1897, os venezuelanos reivindicam a soberania sobre a região, que, segundo eles, lhes foi roubada quando a fronteira com a Guiana, então colônia britânica, foi traçada no final do século XIX. Essa porção de terra representa dois terços da Guiana.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x