16 de Junho de 2024

Dólar

Euro

Internacionais

Jornal Primeira Página > Notícias > Internacionais > Tempestades nos EUA causam 18 mortes e deixam 200 mil pessoas sem energia

Tempestades nos EUA causam 18 mortes e deixam 200 mil pessoas sem energia

As tempestades infligiram os seus piores danos numa região que se estende do norte de Dallas, no Texas, até o noroeste do Arkansas

27/05/2024 10h21 - Atualizado há 3 semanas Publicado por: Redação
Tempestades nos EUA causam 18 mortes e deixam 200 mil pessoas sem energia Foto – Arte – JornalPP

Reportagem – Estadão Conteúdo

Fortes tempestades deixaram 18 pessoas mortas e feriram centenas nos Estados Unidos. Os temporais afetaram principalmente os Estados de Oklahoma, Arkansas e Texas, destruindo casas e uma parada de caminhões onde dezenas de pessoas buscavam se abrigar em um banheiro.

As tempestades infligiram os seus piores danos numa região que se estende do norte de Dallas, no Texas, até o noroeste do Arkansas, e as previsões apontam a possibilidade de um clima ainda mais violento em outras partes do país. De acordo com os meteorologistas, o maior risco se deslocaria para o leste, cobrindo uma ampla faixa do país, do Alabama até a cidade de Nova York.

O governador do Kentucky, Andy Beshear, declarou estado de emergência na manhã da segunda-feira, 27, em uma postagem na plataforma de mídia social X, citando “múltiplos relatos de danos causados pelo vento e tornados”.

Sete mortes foram relatadas no condado de Cooke, Texas, perto da fronteira com Oklahoma, onde um tornado na noite de sábado, 25, atingiu uma área rural perto de um parque de trailers, disse o governador do Texas, Greg Abbott, em entrevista coletiva no domingo, 26. Os mortos incluíam duas crianças, de 2 e 5 anos. Três familiares foram encontrados mortos em uma casa, segundo o xerife do condado.

No Estado, cerca de 100 pessoas ficaram feridas e mais de 200 casas e estruturas foram destruídas, disse Abbott, sentado em frente a uma parada de caminhões devastada perto da pequena comunidade agrícola de Valley View. A área foi uma das mais atingidas, com ventos atingindo cerca de 217 km/h, disseram autoridades.

“As esperanças e os sonhos das famílias e pequenas empresas do Texas foram literalmente esmagados por tempestade após tempestade”, disse Abbott, cujo Estado sofreu sucessivos episódios de mau tempo, incluindo tempestades que mataram oito pessoas em Houston no início deste mês.

Abbot assinou uma declaração de desastre climático severo no domingo,26, para incluir Denton, Montague, Cooke e Collin em uma lista de condados já sob uma declaração de desastre provocada por tempestades e inundações no final de abril.

Não são esperadas mais mortes e ninguém foi dado como desaparecido no Texas, disse Abbott, embora as equipes de resposta estivessem fazendo mais uma rodada de buscas por precaução.

Já no Arkansas, oito pessoas morreram, segundo a governadora Sarah Huckabee Sanders em entrevista coletiva no domingo à noite. Um oficial de emergência disse que duas das mortes foram atribuídas às circunstâncias da tempestade, mas não diretamente causadas pelo clima, incluindo uma pessoa que sofreu um ataque cardíaco e outra que ficou privada de oxigênio devido a uma perda de eletricidade.

Tempestades

A destruição deu continuidade a um mês sombrio de clima severo na região central do país.

Tornados em Iowa na semana passada deixaram pelo menos cinco mortos e dezenas de feridos. Os tornados surgiram durante uma época historicamente ruim para tornados, em meio a alterações climáticas, que contribuem para a gravidade das tempestades em todo o mundo. Abril teve o segundo maior número de tornados já registrados no país.

Meteorologistas e autoridades emitiram alertas urgentes para que os cidadãos buscassem cobertura enquanto as tempestades avançavam pela região na noite de sábado e domingo.

Sem energia

O tempo ruim cortou a energia de milhares de residências e empresas no caminho das tempestades.

No final do domingo, mais de 80 mil clientes no Arkansas estavam sem energia. No vizinho Missouri, mais de 90 mil também ficaram sem energia. O Texas relatou 27 mil interrupções, enquanto 3 mil foram relatadas em Oklahoma, de acordo com o site de rastreamento poweroutage.us.

Estradas inacessíveis e linhas de energia derrubadas em Oklahoma também levaram as autoridades da cidade de Claremore, perto de Tulsa, a anunciar nas redes sociais que a cidade estava “fechada” devido aos danos.

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x