22 de Junho de 2024

Dólar

Euro

Notícias

Jornal Primeira Página > Notícias > Noite verde e amarela.De revanche a nocaute

Noite verde e amarela.De revanche a nocaute

28/08/2011 16h36 - Atualizado há 13 anos Publicado por: Redação
Noite verde e amarela.De revanche a nocaute

Anderson Silva defende CinturãoO UFC Rio que aconteceu neste sábado, 27 atraiu muitos fãs do MMA e quem esteve lá, chegou ao êxtase com as apresentação de Maurício Shogun Rua, Rousimar Palhares “toquinho”, Rodrigo Minotauro e Anderson “Spider” Silva.

Erick Silva, atleta da X-Gym garantiu sua estréia em casa. Após um duro “Knockdown” o adversário e também estreante Luiz Ramos durou apenas 40 segundos no octogon. Erick confirmou sua vitória com uma sequência de socos.

Rousimar Palhares “Toquinho” travou um duelo incrível. Logo no início da luta, o aluno de Murilo Bustamante tentou buscar a finalização ao puxar seu adversário Dan Miller para a guarda e aplicar uma chave de braço, sem sucesso. Rousimar aplicou um Knockdown desferindo na sequência vários socos sobre o americano, porém, ingenuamente Rousimar parou de atacar seu adversário antes que o arbitro central “Herb Dean” interrompesse a luta e saiu para comemorar o que achava ter sido uma vitória. Tão logo, o árbitro reiniciou a luta e o brasileiro quase foi derrotado.

O brasileiro dominou o segundo round quando derrubou Miller e começou a marretar com socos e cotoveladas. No terceiro round, Miller foi melhor em pé, mas não teve forças para desferir nenhum golpe que derrubasse o brasileiro.

Após a luta em entrevista, Rousimar explicou, “Ele começou a gritar e eu achei que tivesse acabado”.

Já a luta de Edson Barboza Jr e Ross Pearson foi bem técnica e movimentada. Com um arsenal de dar inveja, o brasiliero garantiu o resultado e ainda, faturou o prêmio de melhor apresentação dado pelo UFC e levou pra casa cem mil reais.

Outra premiação também foi dada ao nosso querido baiano Rodrigo Nogueira “Minotauro”. Após conectar boa sequência de socos que abalou a confiança de Bredan Schaub, Minotauro nocauteou o americano a 1:53 e garantiu cem mil reais pelo nocaute da noite. O veterano fez sua luta de número 40 por amor ao público brasileiro, poís, esteve afastado das lutas devido a uma cirurgia no quadril. Minotauro teve apenas 3 meses pra se preparar pra esse combate.

Aos gritos de “Faca na Caveira”, público do HSBC arena vai a loucura com Paulo Thiago. O brasileiro derrotou com tranquilidade o oponente David Mitchell e conseguiu assim, se recuperar no evento, já que vinha de derrota para Martin Kampmann e Diego “The nightmare” Sanchez.

Maurício Rua entra em cena para recuperar-se da derrota sofrida contra Jon Jones e claro, vingar a derrota por finalização sofrida em sua estréia no UFC contra Forrest Griffin atual oponentente.

Na revanche, Shogun mostrou uma excelente forma física, muita tranquilidade e grande técnica. Durante a luta, o brasileiro conectou um fortíssimo golpe de direita que levou o ex-campeão ao chão, onde sofreu com golpes contundentes. Griffin foi massacrado e deixou o octogon ainda meio fora de sí.

“It´s Time!” a tão aguardada luta de Anderson Silva contra Yushin Okami estava para começar. O japonês entra com vaias ensurdecedoras e para o delírio dos fãs Anderson “The spider” Silva faz uma luta impressionante.

Logo nos minutos iníciais o japonês leva Anderson para as grades. Após trocarem alguns golpes bem contundentes aplicados principalmente pelo brasileiro, os dois se separam. Anderson então, surpreende o estrangeiro com um chute na cabeça.

No ínicio do segundo round Anderson esbanjou confiança, baixou a guarda e mostrou porquê é considerado o melhor lutador da atualidade. Com uma esquiva fora do comum, Spider acerta jab e japonês leva Knockdown. Sem tempo para se recuperar, o japonês leva outro soco do campeão e dessa vez é massacrado até a interrupção do árbitro. Com a vitória arrasadora, o público vai ao delírio e Anderson mostra porque é o Showman do UFC.

A noite só não foi melhor, poís, o lutador Stanislav Nedkov derrotou o brasileiro Luiz “Banha” Cane com dois socos bem aplicados.

Foto: Wilton Junior/AE

Resultados:

Card Preliminar

Yves Jabouin venceu Ian Loveland por decisão dividida

Yuri Marajó venceu Felipe Sertanejo por decisão unânime

Erick Silva venceu Luis “Beição” por nocaute técnico

Raphael Assunção venceu Johnny Eduardo por decisão unânime

Paulo Thiago venceu David Mitchell por decisão unânime

Rousimar Palhares venceu Dan Miller por decisão unânime

Thiago Tavares venceu Spencer Fisher por nocaute técnico

Card principal

Stanislav Nedkov venceu Luiz “Banha” Cane por nocaute técnico

Rodrigo Nogueira venceu Brendan Schaub por nocaute

Edson Barboza venceu Ross Pearson por decisão dividida

Mauricio Rua vence Forrest Griffin por nocaute

Anderson Silva venceu Yushin Okami por nocaute técnico

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x