28 de Fevereiro de 2024

Dólar

Euro

Polícia

Jornal Primeira Página > Notícias > Polícia > Base da Polícia Rodoviária em São Carlos passa a funcionar de forma “monitorada”

Base da Polícia Rodoviária em São Carlos passa a funcionar de forma “monitorada”

Base continuará a servir de suporte a população, porém com o uso de tecnologia de acessibilidade estática e embarcada

06/02/2024 15h24 - Atualizado há 3 semanas Publicado por: Redação
Base da Polícia Rodoviária em São Carlos passa a funcionar de forma “monitorada”

A Base Operacional da Policia Rodoviária de São Carlos/SP, localizada no Km 233,6 da Rodovia Washington Luís (SP 310), não foi desativada. De acordo com o Major Francisco Pane Neto, comandante interino do 3º Batalhão de Polícia Militar Rodoviária, o seu funcionamento passará a ser de forma “monitorada”, com adequação da prestação do serviço público, respeitando-se o princípio da eficiência.

“A Base não está e não será desativada; o seu funcionamento passará ser de forma “monitorada” por meio de tecnologia de acessibilidade ao usuário e comunicação em tempo real, de forma digital, propiciando um melhor aproveitamento do efetivo policial, visto que sua atuação não se limita a proteger a estrutura física, ou seja, a fiscalização estática passa a ser dinâmica dentro do subsetor de atuação (os policiais conseguem ampliar o leque de ações em pontos de sinistralidade e de ocorrências criminais)”, destacou o Major.

Além disso, ele pontuou quea Base continuará a servir de suporte a população, porém com o uso de tecnologia de acessibilidade estática e embarcada, de modo que a viatura que estiver gravitando ao seu redor possa rapidamente acessar qualquer ponto de circunscrição em poucos minutos e que o efetivo que nela atua continue a utilizar as instalações para alimentação, pernoite, fiscalização e outras atividades, que funcionam de maneira integrada com a patrulha.

“Vale destacar que os projetos de monitoramento de Bases Operacionais no âmbito do Policiamento Rodoviário, que na sua essência representam um aparato de recursos materiais e efetivo, além de assimilar o comprometimento com o policiamento tradicional, devem evoluir para um estágio de tecnologia, que não necessariamente, dependa da presença física constante do policial no interior da instalação policial”, salienta o Major.

 

Recomendamos para você

Comentários

Assinar
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
0
Queremos sua opinião! Deixe um comentário.x